Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 1 de 1
  • Dissertação
    Estratégia operacional, nível de terceirização e desempenho da firma: evidências do setor moveleiro
    (2014) Mendes, Gilson Pereira
    Este trabalho tem por objetivo geral analisar o uso e o impacto da terceirização e das estratégias operacionais de custo, qualidade, flexibilidade, pontualidade, inovação (fatores competitivos) no desempenho das empresas. Os objetivos específicos podem ser divididos em 3 tópicos. Primeiro, verificar se a adoção de determinada estratégia operacional (fatores competitivos) afeta o nível de terceirização da empresa. Segundo, verificar se o nível de terceirização da empresa afeta o seu desempenho operacional (objetivos de desempenho – produtividade, custo, rapidez, inovação, flexibilidade, pontualidade e qualidade) e o seu desempenho global, neste estudo medidos através de medidas de produtividade (faturamento / número de funcionários e, faturamento / valor dos ativos) e de crescimento (percentual do faturamento). Terceiro verificar se o nível de terceirização da empresa, moderado pelos fatores competivivos afeta o seu desempenho operacional (objetivos de desempenho) e o seu desempenho global e crescimento percentual do faturamento. Para desenvolver o estudo empírico é utilizada uma base de dados secundária, desenvolvida pelo Projeto CNPq (Processo 404818/2012-9), cuja amostra é composta por 75 empresas do setor moveleiro de quatro arranjos produtivos brasileiro. A técnica estatística utilizada neste estudo é a análise de regressão múltipla. Os resultados das análises não indicam uma relação direta e significativa para nenhum dos três tópicos levantados. Entretanto foram observados alguma relação entre a terceirização e alguns dos objetivos de desempenho, por exemplo, a produtividade. Resultado sugere que a empresa que terceiriza mais é mais produtiva. Observa-se que o setor moveleiro é bem vericalizado e tem baixo nível de terceirização.