Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 6 de 6
  • Dissertação
    O Impacto dos mercados de açúcar e petróleo americano na volatilidade do açúcar brasileiro
    (2006) Francescato, Marcell
    O álcool combustível tornou-se uma alternativa real e viável à crescente escalada de preços do petróleo no mercado internacional. Entretanto, sua produção demanda grande quantidade de cana-de-açúcar, da qual o Brasil é o maior produtor mundial. Grande parte da produção de cana-de-açúcar é destinada à produção de álcool combustível e açúcar. O álcool é um claro substituto à utilização da gasolina derivada do petróleo, enquanto que o açúcar é uma commodity demandada internacionalmente para os mais diversos fins. Com base nessa relação, o trabalho busca analisar como a volatilidade do açúcar negociado em Nova York (bolsa de maior liquidez na negociação dessa commodity) e a volatilidade do petróleo afetam os preços do açúcar produzido e comercializado no Brasil. Para conduzir essa análise, serão utilizados modelos multivariados da família GARCH, tendo a correlação condicional como referência ao afirmar se há ou não contágio entre esses mercados. Foi observado um significativo co-movimento entre a volatilidade das commodities, caracterizando interdependência. Entretanto, são fracas as evidências de contágio entre o açúcar Esalq, o açúcar NY e petróleo.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Os impactos da taxa de juros no retorno e na volatilidade do índice BOVESPA
    (2009) Machado, Rubens Nunes
    O presente estudo visa buscar as relações entre taxa de juros e retorno do IBovespa, tanto no nível quanto na variância. A análise foi feita com base em modelos de heterocedasticidade condicional (GARCH) e dados entre 2000 e 2008. Concluiu-se que o retorno desse índice é mais bem ajustado se estimado em dependência da taxa de juros, tanto no nível quanto na variância. Alem do mais, empiricamente, provou-se que a taxa de juros afeta negativamente o retorno do IBovespa e positivamente a sua volatilidade.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Estudo sobre a volatilidade do PIB real brasileiro
    (2014) Utumi, Carolina Mayumi
    Através do uso do modelo de heterocedasticidade condicional generalizada, GARCH, e de suas extensões, é possível avaliar a simetria da volatilidade da série do produto interno bruto, ou seja, como o produto reage frente a choques de mesma magnitude, porém de sinais contrários. O objetivo dessa avaliação é investigar o comportamento da volatilidade do PIB real brasileiro com base fatores político econômicos presentes no período da amostra utilizada.
  • Dissertação
    Previsão de volatilidade: a volatilidade implícita como variável explicativa da variância condicional em modelos GARCH
    (2012) Santos, Decio Albert Da Silva
    A previsão de volatilidade é um assunto de grande interesse no mercado financeiro. Os modelos GARCH e a volatilidade implícita são bastante utilizados para este fim. Neste trabalho, a volatilidade implícita foi utilizada como uma variável explicativa da variância condicional de modelos GARCH, com o objetivo de aumentar o poder de previsão do modelo. Foram utilizados dados do mercado de ações brasileiro, mais precisamente do índice de ações Ibovespa, no período de abril de 2000 a junho de 2011. A volatilidade implícita foi extraída das opções de compra do Ibovespa utilizando o modelo de precificação de opções de Black e Scholes. As previsões dos modelos propostos no trabalho foram comparadas com previsões de modelos GARCH tradicionais, realizadas em quatro períodos diferentes e em previsões fora da amostra de estimação dos modelos. Os resultados obtidos indicaram que o uso da volatilidade implícita como variável explicativa da variância condicional em modelos GARCH não aumenta o poder de previsão em comparação com os modelos GARCH tradicionais. Sendo GARCH(1,1) o modelo com os melhores resultados nas previsões de volatilidade.
  • Dissertação
    Estudo e previsão da volatilidade intradiária de ações
    (2011) Spinardi, Marcelo Augusto
    Esta dissertação propõe a análise empírica do comportamento das séries de retornos intradiários de um conjunto de ações com alta liquidez financeira do mercado brasileiro. Estudou-se a presença e os efeitos da sazonalidade intradiária na utilização de modelos clássicos de estimação da volatilidade condicional dos retornos, modelos da família (G)ARCH. Tais efeitos se revelam na existência no padrão “J-invertido” apresentado pelos módulos dos retornos intradiários. Por fim, foram realizadas previsões da volatilidade condicional para um período de controle determinado, para três séries de retornos: série de retornos crua, corrigidas para a sazonalidade intradiária, e corrigida para sazonalidade e para o fator “dia da semana”. Os resultados obtidos indicaram grande melhora na previsibilidade do modelo quando a série é corrigida.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Modelos de previsão para o preço do cobre através de métodos econométricos e redes neurais artificias de retropropagação
    (2012) Carvalho, Luiz Felipe Priolli Fonseca e
    Na atualidade, previsão é parte essencial da tomada de decisão de compra e venda em qualquer instituição financeira e até mesmo em companhias. Tendo isso em mente, este trabalho tem como objetivo encontrar, através da experimentação de diferentes técnicas (redes neurais artificias e modelagem da volatilidade através de GARCHs), o melhor modelo de previsão para a variação da série diária dos preços do cobre na London Mercantile Exchange. O trabalho proposto de buscar o melhor GARCH, GARCH-M e Rede Neural Artificial (RNA) para a variação diária do cobre é de grande valor quando analisados os possíveis ganhos que se pode obter com resultados positivos deste trabalho. Espera-se encontrar, como descrito na literatura, um tipo de modelagem como a melhor técnica de previsão, em frequência diária, para a variação diária do cobre.