Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 4 de 4
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Telecomunicações: atividade fim e atividade meio: contratos de prestação de serviço e terceirização sob a ótica do projeto de Lei 4.302/1998, com a alteração da CLT e do projeto de Lei 4.330/2004
    (2017) Pereira, Ivan Santo Grigoli
    A convivência durante mais de 30 anos no Setor de Telecomunicações, na gestão de pessoas, processos e de contratos de prestação de serviços, dentro das maiores operadoras de telecomunicações, evidenciou por vezes a necessidade da terceirização de várias áreas e atividades, dentro das empresas. Neste sentido, observa-se os grandes movimentos, no pais, para o atendimento dessa nova forma e regramento, por muito conflitante. A Câmara dos Deputados aprovaram no dia 22 de março último e segue assim encontra-se no Senado Federal o Projeto de Lei 4.302/1998, com o Veto Parcial aposto ao Projeto de Lei da Câmara nº 3, de 2001 (nº 4.302, de 1998, na Casa de origem), que "Altera dispositivos da Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros"., que tornará possível a terceirização de qualquer atividade empresária, por outra empresa qualificada. Deve ser entendido primeiramente como origina-se uma atividade empresarial, quanto a sua visão para perpetuação como “Negócio”. Essa análise limitar-se-á com relação as empresas que possuem a finalidade lucrativa. Outros negócios empresariais que busquem destinações filantrópicas e sociais – Entidades sem fim lucrativo, não estarão sendo objeto dessa análise. É de suma importância avaliar os modelos de contratos atuais e tentar traçar paralelos sob a proposta legislativa. Neste caso a motivação é imprescindível, visto que, através das tecnologias empregadas nas empresas para a prestação do serviço – Atividade Fim – os produtos ofertados são equiparados as commodities, tornando-se assim os seus colaboradores, os ativos mais preciosos e relevantes das empresas que são, em última análise, o objeto dos Contratos de Prestação de Serviços / Terceirização.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Lucratividade dos contratos terceirizados de uma empresa prestadora de serviços telefônicos
    (2017) Rizzutto, Felipe Almeida
    A competição dos mercados está cada vez maior, por isso as empresas buscam formas alternativas para continuarem realizando os serviços e aumentando a sua competitividade no mercado. Principalmente empresas de pequeno e micro porte, que são mais sensíveis a variação e aumento de custo. Para isso, muitas empresas tentam minimizar as despesas terceirizando alguns serviços considerados essenciais. Neste trabalho tentarei revelar quais aspectos que sugerem uma maior lucratividade nestes tipos de contrato para uma determinada empresa prestadora de serviços telefônicos.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Terceirização internacional de serviços e efeitos na produtividade
    (2014) Carlini, Felipe de Sant’Anna
    A terceirização de serviços e materiais vem crescendo significativamente no cenário mundial devido a diversos fatores, por exemplo, a melhora da tecnologia, redução de custos e melhora na eficiência da alocação de recursos. Os canais pelos quais a terceirização afeta a economia são diversos, mas este trabalho estima os efeitos dessa prática na produtividade de setores da economia brasileira no período entre 1995 e 2009. Os setores estudados são Comércio, Indústria, Serviços e Construção. Os resultados apresentados indicam que os impactos da terceirização de serviços foram insignificantes, já o de materiais apresentam efeito positivo de aproximadamente 14% do crescimento da produtividade.
  • Dissertação
    Estratégia operacional, nível de terceirização e desempenho da firma: evidências do setor moveleiro
    (2014) Mendes, Gilson Pereira
    Este trabalho tem por objetivo geral analisar o uso e o impacto da terceirização e das estratégias operacionais de custo, qualidade, flexibilidade, pontualidade, inovação (fatores competitivos) no desempenho das empresas. Os objetivos específicos podem ser divididos em 3 tópicos. Primeiro, verificar se a adoção de determinada estratégia operacional (fatores competitivos) afeta o nível de terceirização da empresa. Segundo, verificar se o nível de terceirização da empresa afeta o seu desempenho operacional (objetivos de desempenho – produtividade, custo, rapidez, inovação, flexibilidade, pontualidade e qualidade) e o seu desempenho global, neste estudo medidos através de medidas de produtividade (faturamento / número de funcionários e, faturamento / valor dos ativos) e de crescimento (percentual do faturamento). Terceiro verificar se o nível de terceirização da empresa, moderado pelos fatores competivivos afeta o seu desempenho operacional (objetivos de desempenho) e o seu desempenho global e crescimento percentual do faturamento. Para desenvolver o estudo empírico é utilizada uma base de dados secundária, desenvolvida pelo Projeto CNPq (Processo 404818/2012-9), cuja amostra é composta por 75 empresas do setor moveleiro de quatro arranjos produtivos brasileiro. A técnica estatística utilizada neste estudo é a análise de regressão múltipla. Os resultados das análises não indicam uma relação direta e significativa para nenhum dos três tópicos levantados. Entretanto foram observados alguma relação entre a terceirização e alguns dos objetivos de desempenho, por exemplo, a produtividade. Resultado sugere que a empresa que terceiriza mais é mais produtiva. Observa-se que o setor moveleiro é bem vericalizado e tem baixo nível de terceirização.