Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 8 de 8
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Modelos econômicos e redução de incertezas no planejamento estratégico
    (2021) Setti, Otavio Zocchio
    O desenvolvimento econômico ao longo dos anos foi marcado por novas descobertas e pela globalização, que possibilitou a vertiginosa expansão das empresas. Apesar do surgimento de novas técnicas econométricas e de modelos complexos, abrolharam também técnicas efetivas e de uso simples. A expansão das empresas, por mais que benéfica para muitos, trouxe consigo novos riscos. Com o aumento da exposição a diversos riscos, as empresas, cada vez mais, devem atentar-se às previsões acerca do futuro a fim de evitar grandes perdas. Nesse sentido, este trabalho tem como objetivo apresentar técnicas de previsão de recessão e de câmbio visando ao desenvolvimento de áreas focadas na Visão Estratégica de empresas.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Diferentes QE’s e suas implicações econômicas
    (2014) Branco, Adriano Batista
    Essa monografia descreve as circunstâncias e as implicações econômicas dos programas de quantitative easing do Federal Reserve, Banco da Inglaterra, Banco Central Europeu e Banco do Japão durante a recente crise financeira e recuperação. O programa inicialmente foi usado para aliviar o estresse do mercado financeiro, mas esse propósito logo foi ampliado para incluir o alcance da inflação na meta, estimular a economia real e conter a crise da divida soberana da Europa. O Banco Central Europeu e o Banco do Japão focaram seus programas em emprestar diretamente para os bancos – refletindo a estrutura de centralização bancária de seus sistemas financeiros – enquanto o Federal Reserve e o Banco da Inglaterra expandiram as suas respectivas bases monetárias por meio da compra de títulos.
  • Working Paper
    Alocação do Investimento Direto Externo entre estados brasileiros
    (2012) Bortoluzzo, Mauricio Mesquita; ADRIANA BRUSCATO BORTOLUZZO; Sakurai, Sergio Naruhiko
    O investimento direto externo (IDE) tem se tornado cada vez mais relevante para a economia brasileira - a razão do fluxo de IDE sobre o PIB do país subiu de uma média de 0,6% na década de 1980 para 2,5% de 2001 a 2010 segundo dados da UNCTAD. Observa-se, contudo, uma grande iniquidade na distribuição deste investimento entre as Unidades Federativas brasileiras. O presente trabalho faz uma investigação sobre os fatores determinantes da localização do investimento direto externo entre estados brasileiros com base num estudo econométrico com dados em painel para os anos de 1995, 2000 e 2005. Os resultados apontam evidências de que os investimentos respondem positivamente ao tamanho do mercado consumidor, à qualidade da força de trabalho e à infraestrutura de transporte, e negativamente ao custo de mão de obra e a alta carga tributária.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Efeito do desenvolvimento dos municípios brasileiros na da prova Brasil e no Ideb
    (2013) Lopes, Bianca Florez Ramos
    A educação pública no Brasil é um tema muito discutido e importante para o desenvolvimento do país. Apesar do seu baixo desempenho a alguns anos, o nível educacional do país está progredindo. Existem inúmeros métodos para se mensurar a qualidade deste ensino, entre eles indicadores como a Prova Brasil e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Estes indicadores são utilizados a fim de aprimorar as tomadas de decisões em políticas educacionais nos estados e municípios brasileiros. Este trabalho tem como objetivo entender a evolução destes indicadores, levando em consideração a influência do Produto Interno Bruto dos municípios sobre o seu desempenho.
  • Dissertação
    Modelando a demanda brasileira privada por empréstimos por meio da relação de Longo prazo entre empréstimos, PIB e Taxas de Juros
    (2009) Guido, Luís Fernando Coelho
    Este trabalho procurou estudar as variáveis determinantes para a demanda de empréstimos locais pelo setor privado brasileiro. Utilizando a metodologia de Johansen, o estudo identifica a relação entre empréstimos locais, PIB e taxas de juros de curto e longo prazos. O período analisado foi de janeiro de 1995 a março de 2006. Os resultados apontam que as taxas de juros têm um papel relevante na evolução dos empréstimos, ou seja, funcionam como os preços dos empréstimos. Verifica-se, também, que a taxa de juros de longo prazo apresenta um papel mais importante que a taxa de juros de curto prazo na determinação dos empréstimos para o período analisado. Quanto ao produto percebe-se que este não desempenha um papel de destaque na determinação dos empréstimos, dependendo do modelo, encontram-se também resultados que podem levar a duas conclusões dispares: na primeira, conclui-se uma relação positiva entre produto e empréstimos, ou seja, uma economia em expansão demanda um volume maior de empréstimo; na segunda, conclui-se que, em uma economia em crescimento demandaria menos empréstimo, provavelmente por se financiar com os recursos próprios e não de terceiros.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Democracia em xeque: qual o efeito da democracia na renda média do brasileiro?
    (2020) Castro, Lucas Wu
    O estudo oferece evidências sobre o efeito da democracia sobre a renda do brasileiro, analisando as eventuais relações entre 1975 e 2014. Foi utilizada uma estratégica de controle sintético, observando o efeito da democracia no Brasil em relação a um Brasil sintético, que não recebeu o tratamento. Utilizando o PIB per capita como proxy para renda do brasileiro, o artigo mostrou que não há evidências de impacto da democratização sobre essa variável.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    O efeito do crédito público para a inflação pelo canal da demanda agregada
    (2015) Bicalho, Rodrigo Pertence Gomes Mafra
    Este trabalho tem como objetivo identificar se a expansão do crédito público é uma variável relevante para explicar a taxa de inflação brasileira via demanda agregada. Serão utilizados dados em séries temporais com modelo GMM. A tese que inspirou esse artigo foi divulgada inicialmente por Leandro Roque(2014), editor do site do Instituto Ludwig Von Mises Brasil. Esse trabalho busca verificar se há evidências empíricas para a tese de Leandro, uma vez que, por adotar a metodologia da Escola Austríaca, Leandro não utiliza análises empíricas econométricas como ferramenta de trabalho.
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Análise econômica do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS)
    (2014) Yang, Jonathan Gwoshen
    O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é capaz de alterar o cenário econômico de uma região em diversos aspectos. A sua importância pode ser constatada no impacto na malha logística de movimentação de produtos até os efeitos redirecionados ao consumidor final. A partir dessas premissas, essa monografia discute as influências do ICMS em diversas atividades da economia além de estimar um modelo econômico para entender como que a alíquota de tal tributo é determinado. Para tanto, será utilizado o método de estimação por mínimos quadrados e então encontrar variáveis relevantes para o modelo. Na conclusão, três variáveis se demonstraram importantes para explicar o ICMS, as quais podem ser analisadas pelos governos para a determinação do ICMS