Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 2 de 2
  • Trabalho de Conclusão de Curso
    Análise da criação de valor em empresas que realizaram fusões e aquisições sob o efeito da macroeconomia brasileira
    (2020) Garbuio, Silvério
    Este trabalho tem como principal objetivo avaliar se fusões e aquisições (F&A) realizadas por empresas brasileiras têm gerado valor a seus acionistas e se esta criação de valor é maior do que aquela gerada em empresas que não utilizaram essa estratégia, considerando o humor do mercado e outros fatores macroeconômicos no período. Utilizamos como variável resposta o Retorno Anormal Acumulado - “Cumulative Abnormal Return” (CAR) - após os períodos de uma semana, quinze dias e trinta dias, para comparação entre os grupos de empresas que realizaram e não realizaram F&A no período de 1995 a 2016. Como variáveis controle utilizamos o retorno do índice de mercado acumulado, o valor de mercado da empresa, o retorno sobre a ação e o setor de cada empresa. Além disso, analisamos a influência do Ibovespa como medida de humor do mercado, além de variáveis macroeconômicas como taxa de juros e inflação. Nossa hipótese inicial era que F&A levaria a uma maximização do valor de mercado e, consequentemente, a um aumento do retorno para os acionistas, principalmente nos prazos maiores, apesar do cenário macroeconômico instável no Brasil em alguns períodos. Entretanto, concluímos que houve uma redução do valor de mercado após uma semana das empresas que realizaram F&A em relação as empresas que não realizaram. Entretanto, nas medidas de 15 e 30 dias, o CAR médio foi negativo em ambos os grupos, mas menos negativo no grupo que realizou F&A em relação ao grupo controle. Também observamos que o humor de mercado, medido pelo Ibovespa, apresenta uma influência negativa na criação de valor.
  • Dissertação
    Comparação do desempenho de fusões e aquisições em momentos de aquecimento do mercado com as anunciadas em momentos de desaquecimento
    (2012) Arenas, Andrea Parsekian
    Esta dissertação investiga o desempenho das ações de empresas adquirentes em processos de Fusões e Aquisições em momentos de Aquecimento Mercado comparadas as anunciadas em momentos de Desaquecimento. O estudo abrange 346 eventos de F&A de empresas adquirentes listadas na BOVESPA ocorridos no Brasil entre Janeiro de 2006 a Agosto de 2012. Os retornos anormais acumulados das ações das empresas compradoras no processo de F&A foram avaliados a fim de medir o desempenho das operações de fusões e aquisições no Curto Prazo (2 dias anteriores e posteriores ao anúncio) e no longo prazo, após 1 ano, 2 anos e 3 anos da divulgação do evento. Testou-se a significância das médias e suas diferenças nos retornos associados a operações anunciadas em meses de Alta e Baixa Valoração do mercado, alterando variáveis como tipo de pagamento e controle de capital da empresa adquirida. Encontram-se evidências de que operações realizadas em períodos desaquecidos apresentam retornos inferiores no Curto Prazo comparados aos encontrados nas operações associadas a anúncios em períodos aquecidos, e existe reversão desse efeito no longo prazo. Portanto atesta-se que o desempenho das Fusões e Aquisições medido pelo retorno de ações.