Resultados de Busca

Agora exibindo 1 - 1 de 1
  • Artigo Científico
    Baixa prevalência das manifestações extra-articulares renais, cardíacas, pulmonares e neurológicas nas espondiloartrites: análise do Registro Brasileiro de Espondiloartrites
    (2012) Rodrigues, Carlos Ewerton Maia; Vieira, Walber Pinto; ADRIANA BRUSCATO BORTOLUZZO; Gonçalves, Célio Roberto; Silva, José Antonio Braga da; Ximenes, Antonio Carlos; Bértolo, Manoel B.; Ribeiro, Sandra L. E.; Keiserman, Mauro; Menin, Rita; Skare, Thelma L.; Carneiro, Sueli; Azevedo, Valderílio F.; Albuquerque, Elisa N.; Bianchi, Washington A.; Bonfiglioli, Rubens; Campanholo, Cristiano; Carvalho, Hellen M. S.; Costa, Izaias P.; Duarte, Angela P.; Kohem, Charles L.; Leite, Nocy H.; Lima, Sonia A. L.; Meirelles, Eduardo S.; Pereira, Ivânio A.; Pinheiro, Marcelo M.; Polito, Elizandra; Resende, Gustavo G.; Rocha, Francisco Airton C.; Santiago, Mittermayer B.; Sauma, Maria de Fátima L. C.; Valim, Valeria; Sampaio-Barros, Percival D.
    OBJETIVO: Descrever as manifestações extra-articulares (cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas) geralmente não relacionadas às espondiloartrites (EpA) em uma grande coorte de pacientes brasileiros. MÉTODOS: Este estudo retrospectivo analisou 1.472 pacientes com o diagnóstico de EpA atendidos em 29 centros distribuídos pelas cinco principais regiões geográficas do Brasil, integrantes do Registro Brasileiro de Espondiloartrites. Todos os pacientes foram avaliados para a prevalência das principais manifestações extra-articulares (cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas), divididas por diagnóstico [espondilite anquilosante (EA), artrite psoriásica (AP), artrite reativa (ARe), artrite associada a doença inflamatória intestinal (DII), EpA indiferenciada (EI) e EpA juvenil] e por forma clínica (axial, periférica, mista e entesítica). RESULTADOS: Dentre os pacientes avaliados com EpA, 963 apresentavam EA, 271 AP, 49 ARe, 48 artrite associada a DII, 98 EI e 43 EpA juvenil. Acometimento cardíaco foi observado em 44 pacientes (3,0%), seguido por acometimento pulmonar em 19 (1,3%), renal em 17 (1,2%) e neurológico em 13 pacientes (0,9%). A maioria dos casos de acometimento visceral ocorreu nos pacientes com EA ou AP e naqueles com forma clínica mista (axial e periférica) e/ou predominantemente axial. CONCLUSÃO: As manifestações extra-articulares cardíacas, renais, pulmonares e neurológicas são muito pouco frequentes nas EpA, variando de 0,9%-3% nesta grande coorte brasileira, estando mais associadas a EA e AP.