Avaliação de resultado de projeto rede: projeto de apoio à educação inclusiva na rede municipal de ensino de São Paulo

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Marques, André Luiz
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho realiza análise de resultado de uma parte da Política de Atendimento à Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, denominado Projeto Rede, que foi implementado a partir de 2010. O objetivo principal do Projeto é oferecer suporte aos alunos com deficiência e com comprometimento funcional para melhorar a permanência do aluno e contribuir com a efetiva participação dos alunos nas atividades escolares. Metodologia: analisou-se o papel do Projeto Rede dentro da Política de Atendimento à Educação Especial e foi elaborado um modelo lógico. Baseado em modelo lógico foram estipulados os indicadores quantitativos e qualitativos. Os indicadores avaliados foram coletados pelo administrador do Projeto ao longo de 10 anos. Além destes indicadores também foi feita a análise de possíveis outcomes através do estudo comparativo da série histórica (2010 a 2018) entre alunos com e sem deficiência matriculada no 9º ano. Estes dados foram obtidos através dos microdados de matriculados disponíveis no Portal de Dados Abertos da Prefeitura de São Paulo. Resultado: o Projeto Rede iniciou suas atividades para atender a demanda de 436 alunos de 373 escolas da rede municipal de educação em 2010. Após 10 anos de atividade a demanda cresceu para atendimento de 5092 alunos de 808 escolas. Foram observados os indícios de execução satisfatória do serviço proposto e da melhora de participação dos alunos atendidos. Com relação à melhoria de permanência dos alunos na escola, a pesquisa mostra atualmente 90% dos alunos atendidos pelo Projeto Rede permanece todo o período na escola quando presente e também tem permanecido na sala de aula junto com outros alunos durante o período de aulas e, paralelamente, observou-se melhoria na participação em diversas atividades escolares. Entretanto, nota-se persistência da alta taxa de absenteísmo. A Política de Atendimento à Educação Especial atraiu o ingresso de alunos com deficiência mais grave no decorrer da sua implementação, o que explica a manutenção da elevada taxa de absentísmo dos alunos atendidos, uma vez que estes alunos faltam mais na escola pela necessidade de conciliar o estudo com tratamento de saúde, aumentando paradoxalmente o seu absenteísmo. Além da disponibilização de cuidadores escolares, houve atividades de formação de equipe escolar e de pais com intuito de sensibilizar o público em relação à inclusão. Como possíveis outcomes da implementação da Política de Atendimento à Educação Especial, foram constatados: ingresso de alunos com deficiência mais graves na rede, aumento da proporção de alunos com deficiência matriculada no 9º ano ao longo do período analisado; a média da taxa de aprovação de alunos com deficiência superior à média dos alunos sem deficiência; e há redução progressiva da média de idade dos alunos aprovados com deficiência no 9º ano, se aproximando progressivamente à média geral. Conclusão: os resultados esperados da política foram atingidos na sua maioria e houve indícios de avanço significativo na inclusão de alunos com deficiência na Rede Municipal de Educação

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Cuffa, Marina de
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação