Os Determinantes do Nacionalismo na América Latina: Um Estudo para Argentina, Brasil, Chile e México

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Working Paper
Data
2012
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A importância do sentimento de nacionalismo tem sido investigada nos anos recentes por sua relação com o crescimento econômico, nas relações internacionais e na integração econômica de países e regiões. Do ponto de vista do indivíduo, o sentimento de nacionalismo tanto pode incentivar um melhor tratamento com relação a imigrantes como uma confiança mais elevada com relação aos rumos de seu próprio país. Através da aplicação de um modelo probit ordenado para dados de cinco ondas da pesquisa do World Values Survey, este trabalho busca identificar os principais determinantes do nacionalismo em quatro países da América Latina: Argentina, Brasil, Chile e México. O modelo corrobora com conclusões já apresentadas na literatura, como um maior sentimento de nacionalismo por pessoas mais velhas, com menor formação educacional e camadas sócio-econômicas mais baixas. Ao mesmo tempo, não é possível afirmar que indicadores de confiança interpessoal influenciem o sentimento de nacionalismo individual.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação