Reciclagem do resíduo da fabricação de peças injetadas

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Miagava, Joice
Co-orientadores
Tipo de documento
Relatório de Iniciação Tecnológica
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
No cenário atual, da pandemia do novo coronavírus, o Insper produziu Face Shields por meio do processo de injeção do PEAD. Esse processo de fabricação gera resíduos que poderiam formar novos produtos ao serem reprocessados. Contudo, sabe-se que ao reciclar um polímero, ele sofre alterações. Então, surgiu o interesse de estudar as mudanças que ocorrem com o polímero reprocessado sucessivamente e como as indústrias trabalham com esse material. Assim, indústrias foram entrevistadas e os resíduos da injeção reciclados, formando corpos de provas utilizados para ensaio de tração e espectroscopia no infravermelho. Foram realizados oito ciclos de reciclagem e foi possível notar uma diminuição do limite de escoamento a cada reprocessamento até o sexto. De modo complementar, foi possível observar mudanças no espectro no infravermelho das amostras obtidas dos primeiros ciclos em relação a amostra virgem. Os resultados levantaram a hipótese de que o PEAD se torna ramificado durante os primeiros ciclos de reciclagem. Contudo, a partir do sétimo ciclo, o aumento no limite de escoamento levantou a hipótese de que o polímero passa a formar uma estrutura em rede após alguns reprocessamentos. Além disso, as entrevistas com as indústrias mostraram que elas podem usufruir de estudos sobre a reciclagem de polímeros para terem um melhor aproveitamento do material em seus processos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Engenharias
Citação