A investigação de dados pessoais no processo de seleção

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Roque, Pamela Gabrielle Romeu Gomes
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Pretende-se com o presente trabalho explorar, do ponto de vista da lei e da ética, até que ponto é aceitável a prática de se investigar um candidato que concorre a uma vaga de emprego. É inquestionável o fato de que não se admitem práticas discriminatórias durante o processo de seleção de um empregado, porém, a escolha de profissionais éticos e íntegros tornou-se um diferencial, para não falar uma exigência do mercado, haja vista os recorrentes escândalos de corrupção envolvendo grandes empresas, bem como os riscos de responsabilização das companhias por ilícitos de outra natureza que eventualmente são cometidos por seus empregados. Desta forma, exploraremos no presente trabalho a investigação de um candidato baseada na coleta de dados pessoais de domínio público, o conflito de interesses que há neste tipo de trabalho sob as perspectivas do empresário e do candidato, bem como quais são as restrições já previstas em lei e que passarão a viger com a Lei Geral de Proteção de Dados brasileira, que fora recentemente aprovada.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Roque, Pamela Gabrielle Romeu Gomes
Área do Conhecimento CNPQ
Citação