Caso Aegea: Oportunidades criadas pelo novo marco legal do saneamento básico brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Andrea Minardi
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O saneamento básico brasileiro é um serviço de infraestrutura com déficit persistente no território brasileiro. Em 2018, segundo SNIS, 84% da população possui abastecimento regular de água e apenas 53% coleta de esgoto, com investimentos que beiram R$10 bilhões ao ano entre os últimos 8 anos, o que temimpactado apenas 1% da população carente ao ano. Estudos indicam necessidade de investimentos quatro vezes maiores para universalização do saneamento. O Novo Marco Legal do Saneamento, Lei nº14.026/2020, apresentou importantes mudanças estruturais em Leispassadas que tangem a permissão de concessões a empresas de capital privado para prestação e serviços de saneamento básico.O Novo Marco Legal abriu um extenso leque de oportunidades e desafios para as empresas de saneamento privado, como a Aegea –objeto deste estudo de caso.Estas empresas poderão usufruir da garantia jurídica para obtenção de novas concessões, que tendem a ser maiores e oportunidades de crescimento inorgânico com a desestatização de concorrentes. A alta demanda de capital para atender novas regiões com demanda tão explícita garantirá alta necessidade de capital para o setor nos próximos anos, mas com oportunidades para o Brasil nunca vistas neste setor.Ainda, deve-se citar a relevância do setor de saneamento nas agendas investimento ESG, tendência que captura cada vez mais investidores institucionais de capital privado

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação