Liberalização da economia chilena e foco nas exportações: pioneirismo do Chile na América Latina e resultado das políticas econômicas tomadas

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O último século foi marcado por diferentes períodos, incluindo práticas econômicas protecionistas e liberais, além de tornar possível economias em desenvolvimento terem papéis relevantes na economia mundial. Na América do Sul, um caso estudado é o do Chile, país que foi pioneiro na adoção de medidas de liberalização e abertura econômica, teve o foco para a pauta exportadora ao invés da substituição das importações, prática mais usada pelos países em desenvolvimento. O Chile, a partir de 1973, começou a ter políticas focadas em abertura comercial e foco exportador, intensificado em 1983. Foi atingido pela Crise Mexicana, que atrelada a problemas econômicos internos sofreu uma forte crise em 1982, mas mostrou rápida recuperação, e continuou com práticas liberais, mas com um governo que incentivava e ajudava os exportadores: tanto com um câmbio desvalorizado quanto com subsídios. O Chile teve um crescimento do PIB acima do padrão latino americano, e até hoje suas exportações crescem. A partir de 1983, o governo buscava ampliar a pauta exportadora e também ampliar o número de mercados de destino. Fora políticas econômicas, o país também realizou reforma trabalhista e tributária, que tiveram bastante importância para o sucesso das outras práticas adotadas.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Barbosa, Klenio de Souza
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação