Determinantes macroeconômicos do spread bancário no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Monteiro, Rogério da Costa
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2014
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Os bancos são os principais agentes de repasse de crédito na economia e, portanto, possuem papel fundamental no crescimento de um país. A diferença entre as taxas de empréstimo dos bancos e a taxa com que eles captam é comumente conhecida como spread bancário. O entendimento dos fatores que afetam a formação do spread bancário é essencial para que o governo possa promover políticas e ações que facilitem o acesso ao crédito por parte das famílias e empresas. Esse trabalho visa, dentro de uma abordagem quantitativa, explorar os determinantes macroeconômicos de maior influência na formação do spread bancário no Brasil. Como metodologia econométrica, foi utilizada uma regressão linear múltipla para identificar a correlação existente entre o spread bancário aplicado pelos bancos (variável resposta) e as variáveis explicativas adotadas no modelo. Dessa forma, este estudo pode confirmar que a situação econômica vivida pelo Brasil entre 2000 e 2013, analisada através de suas principais variáveis macroeconômicas, tem grande influencia na determinação do spread bancário cobrado no Brasil.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação