Pressão por moradia e o impacto no desenvolvimento socioambiental em centros urbanos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Evento
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Um dos desafios atuais dos gestores públicos e privados, decorrentes da urbanização, é orquestrar o desenvolvimento socioambiental e a pressão por moradia. O presente estudo aprofunda no diagnóstico das invasões em duas áreas de conservação, categorizadas como Áreas de Preservação Ambiental (APAs) no Município de São Paulo. Os dados secundários coletados se referem às características econômicas, sociais e ambientais. Os resultados das análises descritivas confirmam as hipóteses sobre aumento do número de invasões em áreas de preservação. Adicionalmente, as maiores perdas de área verde em m2, nos últimos 15 anos, também aconteceram em áreas de preservação. Nestas áreas, a renda é mais baixa que nas demais Unidades Territoriais do município. Os serviços básicos, como acesso a rede de esgoto também é precária e em alguns locais, inexistentes. A maioria das mortes se referem à problemas respiratórios e à homicídios. Isto evidencia o problema de precariedade das moradias, bem como aumento da criminalidade nestas áreas mais distantes. Conclui-se que diagnósticos que integrem os impactos socioambientais relacionados as invasões em APAs podem contribuir no planejamento de políticas públicas sustentáveis e na proposição de soluções em moradia e em preservação ambiental em centros urbanos.

Titulo de periódico
Encontro Internacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação