Otimização de carteiras com restrição de VaR: estudo para o mercado brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Araújo, Michael Viriato
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2013
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo tem como objetivo avaliar carteiras formadas por ativos de risco do mercado Brasileiro (ações e renda fixa) através do modelo de otimização com restrição de VaR proposto por Campbell, Huisman e Koedijk (2001) fazendo um paralelo com o modelo de média-variância. Podemos ver que a estrutura dos índices de performance utilizados nas maximizações apresentam características semelhantes entre os modelos analisados. No modelo de otimização com restrição de VaR, a fronteira eficiente é definida em termos do retorno esperado e do VaR expresso em valores financeiros ao invés de uma medida de dispersão como a variância. Podemos destacar duas características importantes do modelo com restrição de VaR: (1) é possível incorporarmos a não normalidade da distribuição dos retornos esperados dos ativos de risco; (2) a aversão ao risco dos investidores é capturada através do VaR sem a necessidade de assumirmos premissas sobre a sua função utilidade e coeficientes de aversão ao risco. Em linhas gerais, isso nos leva a alocação dos ativos de maneira mais intuitiva para os investidores, podendo o modelo ser facilmente aplicado ao dia-a-dia do mercado financeiro.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação