Black-Litterman versus Markowitz: uma aplicação para o mercado brasileiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Silva, Marcelo Leite de Moura e
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O presente trabalho tem como objetivo comparar, para o mercado brasileiro, dois métodos de otimização de carteiras baseados na construção de fronteiras eficientes risco versus retorno. A saber, o trabalho avaliará o desempenho de carteiras selecionadas a partir de dois dos modelos mais famosos na literatura financeira: o modelo de Black-Litterman (1992) e o modelo de Markowitz (1952). Na construção destas carteiras para o mercado brasileiro serão consideradas análise de ações descritas na base de dados Economática. Portanto, a análise tem como escopo a formação de portfólio de ações. O critério de performance será o de desempenho da carteira, em termos de retorno acumulado e volatilidade, considerando diferentes níveis de risco assumidos ex-post. Após observar os resultados empíricos, pode-se concluir qual dos dois modelos de otimização, o Black-Litterman ou o Markowitz, mostra-se mais eficiente quando aplicado ao mercado brasileiro para a seleção de fundos de ações.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Sanvicente, Antonio Zoratto
Machado, Sérgio Jurandyr
Área do Conhecimento CNPQ
Citação