Avaliação de ativos de baixa volatilidade no mercado brasileiro: menores riscos com maiores retornos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo avalia o comportamento de carteiras formadas por ativos do mercado acionário brasileiro ordenados em função de sua volatilidade para investigar a anomalia de baixa volatilidade. Entre janeiro de 2003 e junho 2017, o portfólio de baixa volatilidade apresentou um retorno anual 15,5% maior que o portfólio de maior volatilidade, com significância estatística tanto na geração de alfa como na melhora do Índice de Sharpe quando comparado com o universo de ativos do mercado. Tais resultados estão alinhados com as observações feitas por Blitz e Van Vliet (2007) nos mercados internacionais, que obtiveram 12% de alfa anual no período de 1986 a 2006. Ainda, através de um processo de duplo ordenamento, foi possível obter carteiras mais rentáveis e com menor risco do que quando ordenadas apenas por um fator de risco.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Chague, Fernando Daniel
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Área do Conhecimento CNPQ
Citação