Evolução do Risco dos Bancos no Brasil: Uma Análise do Impacto das Alterações nos Limites de Cobertura pelo FGC

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lyrio, Marco Tulio Pereira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Diversos estudos têm analisado a relação entre mecanismos de garantia de depósitos e risco moral pelo mundo (Demirgüç-Kunt e Huizinga [2004], Gropp e Vesala [2004], Anginer, Demirgüç-Kunt e Zhu [2014], Demirgüç-Kunt, Kane e Laeven [2015]). No Brasil, o principal sistema de garantia a depositantes é o Fundo Garantidor de Crédito (FGC). O presente trabalho tem por objetivo analisar a evolução do risco dos bancos, medido pelo z-score (Laeven e Levine [2009]), após as três elevações de limite de cobertura pelo FGC, que ocorreram em 09/2006, 12/2010 e 05/2013, com especial atenção para a alteração mais recente. Através de três modelos distintos, sendo um painel com efeitos fixos e duas especificações pelo método de diferenças-em-diferenças, é possível concluir que os bancos tendem a tomar mais risco, em média, e quanto menor o seu tamanho, após um aumento nos limites de garantia de depósitos

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação