Aderência às práticas de gestão operacional e desempenho das unidades produtivas de uma empresa de manufatura

dc.contributor.advisorANDRÉ LUIS DE CASTRO MOURA DUARTE
dc.contributor.authorPecoral, Milena Stevaux
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.creatorPecoral, Milena Stevaux
dc.date.accessioned2021-09-13T03:13:52Z
dc.date.accessioned2016-05-07T15:32:27Z
dc.date.available2021-09-13T03:13:52Z
dc.date.available2015
dc.date.available2016-05-07T15:32:27Z
dc.date.issued2015
dc.date.submitted2015
dc.description.abstractRecentemente, as práticas de gestão operacional foram consideradas como parte da explicação das diferenças de desempenho entre as empresas, já que apenas a adoção de inovações tecnológicas ou investimentos em ativos não eram mais suficientes para explorar parte significativa dessas diferenças. Os estudos empíricos da área de operações têm se concentrado na identificação das melhores práticas operacionais que afetam o desempenho das empresas para que as mesmas possam adaptar sua gestão para alcançar seus objetivos de lucratividade. A questão que tem recebido menos atenção, entretanto, é o quanto a aderência às práticas operacionais pode ou não afetar o desempenho das empresas e não somente sua existência no ambiente organizacional, na tentativa de entender a relação da aderência às práticas operacionais e seus impactos no desempenho médio das empresas. Para esse fim, utilizou-se uma base de dados secundária disponibilizada por uma empresa de grande porte do setor de manufatura, com dados de diferentes unidades produtivas ao longo dos anos de 2012 a 2015. Primeiro, testou-se os impactos no desempenho médio operacional das empresas quanto a aderência às práticas operacionais, a variabilidade do desempenho e uma combinação das duas por meio de análise de variâncias (ANOVA). De forma complementar, identificaram-se as práticas de gestão operacional que levam a um maior desempenho médio das empresas, mostrando quais aderências às práticas de gestão operacional explicam o desempenho das empresas com alto desempenho constante e das empresas que melhoraram seu desempenho ao longo do período estudado. Conclui-se que as empresas com maior aderência às práticas de gestão operacional possuem maior desempenho e menor variabilidade de desempenho e são capazes de sustentá-lo ao longo do tempo.pt_BR
dc.format.extent57 p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/1338
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.uriTODOS OS DOCUMENTOS DESSA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEMpt_BR
dc.subjectDesempenhopt_BR
dc.subjectAderência às práticas de gestão operacionalpt_BR
dc.subjectEstratégia operacionalpt_BR
dc.subjectPerformancept_BR
dc.subjectAdhesions to operational management practicespt_BR
dc.subjectOperational strategypt_BR
dc.titleAderência às práticas de gestão operacional e desempenho das unidades produtivas de uma empresa de manufaturapt_BR
dc.typemaster thesis
dspace.entity.typePublication
local.contributor.boardmemberGramani, Maria Cristina
local.contributor.boardmemberWood Junior, Thomaz
local.typeDissertaçãopt_BR
relation.isAdvisorOfPublication88e6dd49-58a7-4c33-adfc-7ba4c3ad2ebe
relation.isAdvisorOfPublication.latestForDiscovery88e6dd49-58a7-4c33-adfc-7ba4c3ad2ebe
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Milena Stevaux Pecoral_Trabalho.pdf
Tamanho:
598.82 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
TEXTO COMPLETO
N/D
Nome:
Milena Stevaux Pecoral_AutorizacaoAluno.pdf
Tamanho:
461.13 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
INDISPONÍVEL - AUTORIZAÇÃO ALUNO
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: