Mestrado Profissional em Administração

URI Permanente para esta coleção

Navegar

Submissões Recentes

Agora exibindo 1 - 20 de 336
  • Novos modelos de negócios de planos de saúde e incentivos na cadeia de saúde suplementar
    (2022) Takahashi, Gabriel Silva
    O trabalha analisa o impacto dos novos modelos de negócios de operadoras de saúde, mais especificamente, o grupo das operadoras verticalizadas com controle e as healthtechs, com foco em como eles endereçam os problemas de incentivos na cadeia de saúde suplementar. O setor é composto por complexas relações contratuais que resultam em incentivos perversos nas relações entre os agentes que implicam, em geral, na sobreutilização dos serviços e consequentemente, nos custos para as operadoras. Assim, o trabalho analisou como os novos modelos buscam endereçar tais questões e com dados da ANS, buscou-se estimar quantitativamente por meio de um modelo de matching e painel o impacto sobre a sinistralidade por conta da adoção de determinado modelo de negócio controlada variáveis relacionadas a carteira de beneficiários. Os resultados encontrados apontam para uma sinistralidade mais baixa para as healthtechs, porém tais resultados devem ser analisados com cautela dado o ineditismo do modelo e o período em que ele foi implementado impactado pela pandemia na sua maior parte.
  • Impacto do uso de plataformas digitais de leitura no desempenho de Português dos alunos
    (2022) Adas, Pedro Benjamin Garcia
    O objetivo deste trabalho é analisar o impacto de plataformas digitais de leitura no desempenho escolar dos alunos. Foi feita uma análise da média do desempenho na prova do SAEB de 2019 de língua portuguesa dos alunos do quinto ano de escolas que adotaram uma plataforma de leitura digital em relação às escolas que não adotaram. Para realizar essa comparação, foi utilizado um modelo de propensity score matching com o objetivo de isolar o efeito da adoção da plataforma digital de leitura no desempenho do aluno. Concluímos que existe um impacto positivo e estatisticamente significante na adoção da plataforma digital de leitura para esses alunos do quinto ano, porém é necessário refinar o cálculo do coeficiente do PSM para futuras análises mais robustas.
  • Associação entre resiliência e os efeitos operacionais da pandemia Covid-19 no setor aeroportuário no Brasil
    (2022) Takeuti, Reinaldo
    A pandemia do vírus SARS-CoV2 levou a restrições de pousos e decolagens de aeronaves ao redor do globo, resultando em uma queda acentuada no tráfego aéreo doméstico e internacional, afetando severamente a receita operacional das concessionárias a curto-médio prazo. No entanto, as empresas apresentam determinado nível de resiliência que reflete a capacidade de uma entidade/organização de se antecipar, resistir, absorver, responder, adaptar-se e recuperar-se de uma perturbação, como é o caso da pandemia. Assim, o presente trabalho se concentra em analisar se uma resiliência baixa está associada aos efeitos operacionais negativos da Pandemia da COVID-19 junto ao setor aeroportuário no Brasil. Para tal, este estudo utiliza-se de ferramentas de análise quantitativa com o objetivo analisar dados de variáveis de interesse do período pré-pandêmico e durante a COVID, por meio de regressões estatísticas, para fins de obtenção de cenário comparativo entre os dois períodos e tomando como referência as operações em três grandes complexos aeroportuários internacionais no Brasil. De posse dos dados aferidos e para fins de embasamento teórico da investigação, utilizamos da teoria da resiliência, a fim de constatarmos se existe uma relação entre o nível de resiliência de uma empresa, quantificável via cálculo de índice de resiliência e classificado via conceitos de literatura base (alta, média e baixa), e a sua performance operacional durante tempos de pandemia. Os resultados do estudo mostram que organizações do setor aeroportuário que apresentam baixo índice de resiliência econômica estática (i.e., habilidade ou capacidade de um sistema de absorver ou amortecer danos ou perdas), e/ou dinâmica (i.e., capacidade e velocidade de um sistema para se recuperar de um choque), tendem a ter resultados operacionais negativos em épocas de pandemia. Este estudo contribui para a teoria, ao abordar como a resiliência de um setor pode condicionar o efeito de um evento raro, singular e imprevisível sobre as operações e atividades. Tem também por objetivo contribuir para a prática, ao revelar a vulnerabilidade que caracteriza o setor, com o intuito de instigar discussões junto aos profissionais da área e entidades reguladoras para a criação de planos de contingência ou programas de incentivo mais efetivos em tempos de pandemia. Possibilita ainda o planejamento e direcionamento de recursos em atividades mais críticas, essenciais ou estratégicas.
  • Efeitos do uso de aplicativos proprietários como canal de vendas e relacionamento na Venda Direta
    (2022) Toledo, Pedro Dias Rivero de
    Uma das principais alavancas de crescimento de receita e redução de custos de operação na venda direta está relacionada a maior adesão dos revendedores a meios de captação digitais, com o destaque aos aplicativos de smartphones, os dispositivos digitais com maior aderência na população Brasileira. Esta adesão não se dá puramente por migração de canais, mas também pela adição do canal de aplicativo em conjunto com outro canal. O presente estudo, pretende a investigar estatisticamente o impacto da adição do canal aplicativo sobre revendedores que antes compravam em “Espaços dos Revendedores”, lojas físicas especializadas e exclusivas a revendedores. Para isto, foram identificados os revendedores que mudaram seu comportamento de compras e adicionaram um novo canal. Foram utilizados dados de venda dos anos de 2019 a 2022, totalizando 37 ciclos promocionais. Desta base, foram selecionados 2.703 revendedores que mudaram seu comportamento de vendas, que foram pareados por Propensity Score Matching (PSM), para obter-se um grupo de controle adequado, controladas variáveis relevantes ao desempenho do revendedor e sua propensão a utilizar o aplicativo. A principal contribuição teórica da pesquisa está na verificação do efeito positivo do uso de aplicativos como meio complementar de captação de pedidos na Venda Direta. Contribuições à prática gerencial são que o uso de aplicativo traz ganho relevante em receita o que justifica esforços de desenvolvimento e aprimoramento do canal. Por outro lado, o uso de aplicativo não resultou no incremento da variedade de compra, o que sugere que gestores utilizem de alavancas e canais complementares para incentivar compras com maior variedade. A pesquisa está estrutura em seis capítulos. O primeiro capítulo apresenta uma introdução ao problema de pesquisa, objetivos e metodologia. O segundo capítulo apresenta uma revisão bibliográfica, que apresenta conhecimentos estabelecidos relevantes a pesquisa. No terceiro capítulo são apresentadas as hipóteses e contexto do estudo. O quarto capítulo demonstra a metodologia utilizada, o design de pesquisa e estatísticas descritivas da amostra e interpretações. No quinto capítulo são apresentados os resultados obtidos no processo de pesquisa e o sexto capítulo apresenta as considerações e contribuições à teoria e prática gerencial.
  • Equipes mistas de inside e outside sales: o impacto de características das equipes mistas sobre o desempenho de vendas
    (2022) Silva, Larissa Cristina Borges Da
    O presente estudo tem como objetivo analisar o efeito de equipes mistas com vendedores de campo/externos (outside sales) e vendedores internos (inside sales) no desempenho de vendas em indústrias de base no Brasil. A interação entre duplas de vendedores tem sido estudada por diversos autores na área de marketing. Características compartilhadas por uma de dupla de vendedores, tal como experiência na categoria de produtos vendidos, e o portfólio de clientes atendidos pela dupla, foram objeto de estudo de pesquisas passadas, tendo sido encontrados impactos nos resultados de vendas. Alguns autores apontam que os ganhos de experiência de uma equipe que trabalha em conjunto também têm relação com a sua performance. No entanto, são poucos os estudos que investigam as duplas considerando as equipes de outside e inside sales. Desta forma, este estudo visa investigar como que as características - quantidade de produtos na carteira da dupla, concentração em clientes de grande porte, e experiência da dupla (tempo de trabalho em conjunto) - de uma dupla de vendedores de outside e inside sales, bem como a estrutura de vendas da empresa estudada, impactam o desempenho de vendas. O estudo tem natureza quantitativa, e foram analisados dados de vendas no período 2018 até 2021 de uma indústria de base brasileira líder em seu segmento de atuação, com operações dentro e fora do Brasil. Foram considerados os dados de 156 vendedores distintos, e o foco da análise residiu sobre a estrutura de vendas mista de outside e inside sales usada para atender um perfil específico de clientes. Foi analisada a interação de 153 duplas de vendedores internos e externos. Os resultados mostram que a quantidade de produtos na carteira de uma dupla de vendedores apresenta resultados positivos sobre as vendas, indicando que um produto adicional pode gerar um crescimento na receita de aproximadamente 20-24%. A concentração da carteira de clientes de grande porte gera impactos na receita, sendo que os resultados deste estudo apontam que o aumento de 1 ponto percentual nesta variável indica um crescimento de cerca de 2-3% na receita. Por fim, a última variável estudada foi a experiência da dupla, indicando que um mês adicional de experiência conjunta da dupla gera um aumento de cerca de 1-3% na receita. O estudo visa contribuir para a teoria fazendo análises quantitativas sobre o desempenho de equipes de vendas, buscando gerar avanços no conhecimento presente na academia sobre como as características de uma dupla de vendedores mista (externos e internos) impactam no resultado de vendas de uma indústria. Para a prática, o estudo visa ao gerar insights para os gestores que podem embasar as suas decisões no momento de definição da carteira de clientes atendida pelas duplas de vendedores, bem como, ao avaliar a composição de equipes mistas considerando critérios que possam maximizar os resultados de vendas.
  • O WhatsApp na qualidade do relacionamento percebida pelos consumidores, e seu reflexo na lealdade do cliente
    (2022) Fabrini, Luiz Felipe Santos
    Este estudo busca entender se o WhatsApp, quando utilizado como ferramenta de atendimento ao cliente, tem efeito positivo na percepção do cliente sobre a qualidade do seu relacionamento com empresas de serviços financeiros brasileiras, e se esse aumento de percepção na qualidade resulta em maior lealdade à marca. Para isso, foi realizado um questionário com análise de multigrupo, utilizando metodologia quantitativa, dedutiva e explicativa, com amostra aleatória dentro de um grupo pré-definido de clientes que utilizam ou não o WhatsApp corriqueiramente como canal de atendimento da sua instituição financeira parceira. A coleta de dados foi realizada através de formulário elaborado pelo autor. Os dados foram analisados através de comparação de médias por teste t e regressão linear simples. Por fim, o estudo não suportou a hipótese de que utilizar a rede social WhatsApp como canal de comunicação com o banco gera uma maior percepção na qualidade do atendimento e que essa maior percepção na qualidade do atendimento gera uma maior lealdade por parte do consumidor.
  • O papel das tecnologias de inteligência artificial no desenvolvimento de modelo de negócios sustentáveis
    (2022) Rodrigues, Edson Gonçalves
    Este estudo tem como objetivo investigar o papel da Inteligência Artificial (IA) no desenvolvimento de modelos de negócios sustentáveis (MNS). O estudo discute as relações entre IA, transformação digital e desenvolvimento de modelos de negócios sustentáveis (MNS) e busca entender como é feita a adoção de IA para o desenvolvimento de MNS nas empresas. De uma perspectiva prática, este estudo é relevante para pesquisadores e profissionais entenderem o impacto da IA nos MNS, para apoiar na elaboração de estratégias, gerenciar o uso da IA no ambiente de trabalho e para melhorar a eficiência por meio de melhorias tecnológicas. Metodologicamente, o estudo foi feito em duas fases: primeiro, foi realizada uma revisão sistemática da literatura com análise bibliométrica; em segundo, uma análise de documentos dos relatórios de sustentabilidade das maiores empresas brasileiras complementou os achados da literatura acadêmica. Os resultados mostram que é um campo de pesquisa incipiente, indicando que a literatura se concentrou apenas em alguns aspectos envolvidos no desenvolvimento sustentável por meio da IA, como na transição energética e cadeias de valor mais responsáveis e circulares; no entanto, ainda existem várias lacunas sobre os fundamentos que ligam esses conceitos, principalmente nos países menos desenvolvidos. Os relatórios de sustentabilidade das maiores empresas brasileiras corroboram com os achados da literatura, pois evidenciam a falta de abordagem aprofundada sobre os assuntos de IA e MNS. Assim, empresas e profissionais de pesquisa acadêmica devem se concentrar no desenvolvimento adicional do uso de IA em MNS.
  • Análise de fusões e aquisições de plataformas multilaterais digitais pelo CADE: novos conceitos ou análise convencional
    (2022) Tavares, Gabriela Melo
    O poder e concentração de empresas do ramo de tecnologia, as ditas “Big Techs”, tem ganhado notabilidade e relevância no cenário mundial e no brasileiro. Plataformas multilaterais digitais são relativamente novas e, consequentemente, seus mercados tendem a ser pouco regulamentados quando os comparamos a mercados tradicionais. Um conjunto crescente de fusões e aquisições em mercados de plataformas multilaterais digitais influenciam a dinâmica do mercado no qual aquela organização está inserida, conforme a aquisição do Instagram pelo Facebook (Valletti & Zenger, 2019). Há indícios de que essas movimentações resultem em mercado mais concentrados e menos competitivos (Letina, Schmutzler, & Seibel, 2020), com maiores barreiras de entrada, por conta da concentração de dados, efeitos de rede e competição pelo mercado através de ecossistemas, o que tende a limitar o multi-homing (Maria Lancieri & Sakowski, 2020). O presente trabalho busca investigar como o CADE adapta a sua análise em casos que envolvam plataformas multilaterais digitais. A não adaptabilidade pode gerar alto risco de aplicar critérios para análises de fusões e aquisições que não são apropriados, pois nas plataformas multilaterais, muitas vezes a competição é “pelo mercado”, por conta dos altos efeitos de rede, gerando a necessidade do ajuste dos mecanismos antitruste (Katz, 2020). Essa possível falha pode vir a impactar negativamente o nível de competição do mercado, geração de valor e promover a concentração. Dessa forma, o presente trabalho contribui para a literatura no tema ao se aprofundar no estudo de se o CADE adapta os procedimentos convencionais de análise tradicionalmente empregados em Atos de Concentração – ACs – aos casos que envolvem plataformas multilaterais digitais, a fim de considerar as particularidades deste novo modelo de negócio? A pergunta de pesquisa foi respondida por meio do levantamento dos 247 ACs analisados pelo CADE de 2004 a 2018 que envolvem organizações digitais, análise dos 95 que envolvem plataformas multilaterais digitais e dos 47 que compuseram o grupo de controle, levando em conta se houve consideração ou adaptabilidade na análise do CADE à realidade desses mercados. Dessa forma, buscou-se identificar se há uma leniência excessiva em relação à essas operações, com base em pesquisa teórica e empírica, e se em sua análise, o CADE considera as particularidades que envolvem a dinâmica de plataformas multilaterais digitais, ou seja, se trata esses casos de forma indistinta quando deveria ser distinta. Os resultados encontrados indicam que o CADE não adapta a sua análise aos casos de interesse, embora a literatura indique que as particularidades desse tipo de organização devam ser analisadas. Entretanto, nos resultados há indícios de que, ao longo dos anos, haja uma tendência de incorporação crescente de elementos que são particulares às plataformas multilaterais digitais nas análises realizadas pelo CADE.
  • Remuneração de administradores em estatais e empresas privadas: uma análise sobre a remuneração total e variável
    (2022) Silva, Samuel Severo da
    Este trabalho mede a diferença na remuneração total e variável das empresas estatais e privadas para as empresas de capital aberto que compõem o índice Ibovespa da B3, no período de 2009 a 2021. Foram utilizados dois métodos econométricos para avaliação das diferenças na remuneração, sendo o primeiro o PSM – propensity score matching, na modalidade do vizinho mais próximo para avaliação do escore de propensão pelo método probit e o segundo modelo econométrico para avaliação das diferenças foi o CEM – coarsened exact matching. A avaliação das diferenças foi realizada utilizando dados financeiros das empresas, como Total de Ativos, Patrimônio Líquido, Receita Líquida, entre outras informações. O grupo de tratamento foi associado as empresas estatais e o grupo de controle foi associado as empresas privadas. As diferenças entre os dois grupos (tratamento e controle) foram avaliadas individualmente por ano (2009 a 2021) nos dois modelos econométricos (PSM e CEM) e em todos os períodos o percentual de remuneração variável e a remuneração total do grupo de tratamento foi inferior ao grupo de controle, ou seja, empresas estatais pagam menos remuneração variável e remuneração total do que as empresas privadas. Esses achados encontram suporte na literatura principalmente porque as empresas estatais não têm como principal objetivo a obtenção do lucro e, consequentemente, não tem incentivo para pagamento de remunerações variáveis agressivas a seus administradores. As empresas estatais equilibram os objetivos de rentabilidade com os objetivos sociais e políticos.
  • Impacto das práticas sustentáveis no retorno de ações de empresas brasileiras listadas em bolsa
    (2022) Gomes, Rodrigo da Silveira
    O debate sobre sustentabilidade vem se aprofundando intensamente nos últimos anos. Dada a relevância do tema, é imprescindível que órgãos públicos e privados sejam protagonistas nessa dinâmica. Ainda que não haja um consenso acadêmico sobre aspectos relevantes do tema, os conceitos Environmental, Social and Governance (ESG) já possuem lugar de destaque na realidade diária dos executivos no mundo empresarial. Uma das abordagens para entender esse efeito é analisar se existe prêmio de risco atribuído pelo mercado para a adoção dessas iniciativas. A literatura recente sugere que a adoção de práticas ESG aumenta a percepção de qualidade dos ativos e pode ser critério relevante para a tomada de decisão dos gestores de fundos de investimentos. No entanto, não há na literatura estudos que exploram a relação entre ESG e o retorno das ações das empresas listadas em bolsa. O objetivo primário desse estudo é então preencher esta lacuna da literatura e testar a hipótese de que há uma associação entre o rating ESG das empresas e o respectivo prêmio de risco associado. Através de dados públicos coletados, foram avaliadas 67 empresas de capital aberto no Brasil entre o período de 2013 a 2021. A partir de análise dos dados, foi possível concluir que existe uma relação entre a adoção de práticas ESG o retorno das empresas de capital aberto, porém não há significância estatística em relação ao valor médio do prêmio de risco atribuído pelo mercado de capitais.
  • Os corredores logísticos e a exportação agrícola brasileira: Uma análise comparada de projetos ferroviários no estado do Mato Grosso
    (2022) Póvoa, Felipe Brandão
    Nos últimos anos, o Brasil, especialmente a região Centro-Oeste, se consolida como importante player exportador de milho e soja ao potente mercado consumidor, com destaque para a China e Oriente Médio. As dimensões territoriais do país e a interiorização da produção conferem relevância à infraestrutura logística, importante gerador de competitividade. O Brasil é carente em termos de infraestrutura logística, situação agravada se considerada a região Centro-Oeste, que também se destaca pela considerável distância dos portos. O transporte de cargas por longa distância requer investimento em modais de grande capacidade e baixo custo variável, onde se destacam as ferrovias. A importância produtiva da região para segurança alimentar mundial e para balança comercial brasileira tem atraído atenção do governo, que incluiu em seu Programa de Parceria de Investimentos (PPI) três importantes projetos ferroviários com foco no estado do Mato Grosso, principal produtor brasileiro de milho e soja. Diante disso, o presente estudo apresenta como tema central de pesquisa a análise comparada dos projetos de extensão da Ferronorte, Ferrogrão e Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO), sob as perspectivas financeira e socioeconômica.
  • O impacto da adoção de canais de vendas digitais em vendas B2B
    (2022) Abe, Carlos Felipe Jun
    A evolução da tecnologia e o aumento da competição tem contribuído na busca de novos formatos de negócio e novas formas de se relacionar e vender para os clientes. Duas tendências observadas são a adição de canais digitais de venda e a utilização de múltiplos canais de vendas para acessar os clientes. Estudos acadêmicos anteriores estudaram os incrementos e a canibalização nas vendas resultantes da adição de um canal de vendas digital, assim como o comportamento das vendas num contexto de multicanalidade, porém quase sempre em contextos B2C. Assim, apesar da proliferação dos canais de venda digitais no contexto B2B, são raros os estudos neste contexto específico. O presente estudo tem como objetivo aprofundar o conhecimento relacionado aos impactos da adição de um canal digital de vendas e da multicanalidade em um contexto B2B, se apoiando nos determinantes da escolha do canal pelo cliente para avaliar os seus impactos. Foi aplicada uma metodologia quantitativa, partindo dos dados das transações de 348 clientes de uma empresa nacional que atua na indústria farmacêutica no Brasil, em uma situação de ativação de um canal de vendas digital. O presente estudo contribui para a teoria ao trazer maior luz para a literatura de adição de canais de vendas e de multicanalidade no contexto B2B. Ao nível gerencial, o estudo traz insights que podem auxiliar os gestores a tomar decisões relativamente à implementação de canais de venda digitais, mitigando fatores que possam dificultar o sucesso da empreitada.
  • Análise dos fatores determinantes para a intenção de adoção e adoção efetiva do pix como instrumento de pagamento no Brasil
    (2022) Amboage, Gabriel Bernardes
    A introdução do PIX, sistema de pagamentos instantâneos, pelo Banco Central (BACEN) tem o potencial de preencher diversas lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos à disposição da população brasileira, acelerar a digitalização do mercado de pagamentos e ampliar a inclusão financeira no país. O presente estudo explora, tendo como referência a expansão da Teoria Unificada de Aceitação e Uso (UTAUT) para o contexto do consumidor (UTAUT2), quais são os principais fatores determinantes para a Intenção de Adotar o PIX como meio de pagamento e o comportamento de Uso Efetivo. Em uma adaptação do modelo original, é adotado o Tempo de Uso Efetivo de PIX como medida de Uso Efetivo, o que permite investigar se a intenção comportamental se reflete em maior velocidade de adoção da tecnologia. Análises de dados coletados a partir de 659 consumidores brasileiros sugerem que a Expectativa de Performance e o Hábito de Usar Internet Móvel são os principais fatores determinantes da Intenção de Adotar o PIX como meio de pagamento. Também confirmam-se associações positivas entre Intenção de Adotar o PIX e o Hábito de Usar Internet Móvel com o Tempo de Uso Efetivo de PIX.
  • Estressores de trabalho e engajamento: examinando os efeitos das avaliações primárias de estressores, recursos de trabalho e mindset do funcionário
    (2022) Prado, Camila de Moraes
    A relação entre recursos e demandas de desafio e obstáculo no trabalho já é bem estabelecida na literatura, mas são poucos os estudos que examinam as avaliações primárias feitas pelos indivíduos sobre estes estressores de trabalho e como estas estão conectadas ao engajamento do funcionário. Sendo assim, este trabalho tem como objetivo principal examinar o efeito mediador das avaliações primárias na relação entre estressores (desafio/obstáculo) e engajamento. Além disso, pretende-se investigar o papel moderador da mentalidade do indivíduo (mindset), bem como do suporte social dos líderes direto e dos colegas de trabalho. A coleta de dados foi realizada em duas etapas, sendo a primeira etapa aplicada aos funcionários e a segunda etapa aplicada aos líderes diretos destes funcionários após quinze dias, totalizando uma amostra de 200 duplas (díades) de funcionário gestor. De acordo com os resultados das análises de modelagem de equações estruturais, não se encontrou suporte para o papel moderador de mindset e suporte social. No entanto, os resultados indicaram suporte para o papel mediador das avaliações primárias na relação entre estressores e engajamento. Particularmente, encontrou-se suporte para o efeito indireto do estressor de desafio no engajamento quando avaliado como oportunidade. Tais resultados obtidos comprovam a relevância das avaliações primárias no engajamento, e revela que os estressores de desafio apenas estão positivamente relacionados ao engajamento quando avaliados como oportunidade. E, desta forma, poderá ajudar as empresas a traçar estratégias de gestão que terão impacto no engajamento e resultados da organização. Tais contribuições teóricas e implicações práticas são discutidas.
  • The effects of female representation on organizational performance: Evidence from the São Paulo State Military Police
    (2022) Vecchio Junior, Jacintho Del
    A teoria da burocracia representativa postula que o aumento da representação de grupos desprivilegiados na burocracia estatal (representação passiva) levará a melhores resultados para essas populações (representação ativa). Além disso, a representação passiva pode aumentar a confiança do cidadão nas autoridades públicas quando indivíduos desprivilegiados percebem que estão devidamente representados (representação simbólica). Este trabalho pretende testar os efeitos da melhoria da representação feminina no desempenho organizacional em organizações públicas, usando para isso o caso da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O estudo adota uma abordagem quantitativa e faz uso de efeitos fixos de dados em painel e modelos de Diferença em Diferenças (DiD) para avaliar os efeitos da representação feminina (seja na liderança ou pela maior participação no policiamento) nos registros de crimes. Constatamos que a representação feminina na Polícia Militar, juntamente com as estruturas auxiliares de prevenção à violência contra a mulher (Delegacias da Mulher) aumentam as denúncias de estupro e reduzem os homicídios contra a mulher. Os resultados são válidos ao empregar especificações de DiD que avaliam os efeitos da representação feminina antes e após intervenções exógenas (legislação local promulgada para prevenir a violência contra a mulher). No geral, os resultados sugerem que a representação feminina não apenas melhora o desempenho da polícia em favor da população feminina, mas também promove a equidade social.
  • Dissertação
    The effects of female representation on organizational performance: Evidence from the São Paulo State Military Police
    (2022) Del Vecchio Junior, Jacintho
    A teoria da burocracia representativa postula que o aumento da representação de grupos desprivilegiados na burocracia estatal (representação passiva) levará a melhores resultados para essas populações (representação ativa). Além disso, a representação passiva pode aumentar a confiança do cidadão nas autoridades públicas quando indivíduos desprivilegiados percebem que estão devidamente representados (representação simbólica). Este trabalho pretende testar os efeitos da melhoria da representação feminina no desempenho organizacional em organizações públicas, usando para isso o caso da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O estudo adota uma abordagem quantitativa e faz uso de efeitos fixos de dados em painel e modelos de Diferença em Diferenças (DiD) para avaliar os efeitos da representação feminina (seja na liderança ou pela maior participação no policiamento) nos registros de crimes. Constatamos que a representação feminina na Polícia Militar, juntamente com as estruturas auxiliares de prevenção à violência contra a mulher (Delegacias da Mulher) aumentam as denúncias de estupro e reduzem os homicídios contra a mulher. Os resultados são válidos ao empregar especificações de DiD que avaliam os efeitos da representação feminina antes e após intervenções exógenas (legislação local promulgada para prevenir a violência contra a mulher). No geral, os resultados sugerem que a representação feminina não apenas melhora o desempenho da polícia em favor da população feminina, mas também promove a equidade social.
  • Dissertação
    Marketing Conversacional B2B: Desvendando a eficiência do chatbot na geração de oportunidades de negócio
    (2023) Duran, Fabio Melo
    Em um cenário cada vez mais on-line, no qual telefones celulares funcionam como um pequeno computador (smartphones) e dominam o mercado, as estratégias de marketing digital tornam-se essenciais, porém mais onerosas e complexas. Novas tendências – como o marketing conversacional (utilização de robô de bate-papo nas estratégias de marketing) – despontam com potencial de elevar a taxa de geração de oportunidades de negócio e melhorar o retorno sobre investimento em marketing. Alguns estudos demonstram que o marketing conversacional é uma tendência que, em alguns cenários, já apresenta melhor desempenho na geração de leads em relação à tradicional página de conversão de leads (landing page). Este estudo visa investigar como se comporta a estratégia de marketing conversacional na geração de leads e de leads qualificados (MQLs) em diferentes momentos da jornada de compra do cliente de empresas que comercializam com outras empresas (B2B). Foram realizados dois experimentos, ambos com acesso exclusivamente via telefone celular, gerados por meio de campanhas de anúncio on-line. Adotou-se como ferramenta de conversação (chat), o WhatsApp, principal ferramenta utilizada no Brasil. O primeiro experimento foi realizado no início da etapa pré-compra da jornada de decisão do cliente (reconhecimento de um problema) e os acessos foram gerados por meio de anúncios da plataforma da Meta, com o objetivo de gerar leads em troca de um livro eletrônico (e-book). O segundo experimento atuou ao final da jornada do cliente (pesquisas e decisão do que comprar) tendo sido os acessos gerados por meio de anúncios do Google, buscando gerar MQLs com a oferta de utilização gratuita de uma ferramenta on-line de gestão financeira para empresas, durante sete dias. Em ambos os experimentos o autor aplicou a metodologia de teste A/B e analisou os dados das pesquisas por meio do teste de estatística chi-quadrado de Pearson. Os resultados mostram que no início da jornada de decisão do cliente o chatbot foi mais eficiente gerando leads. Mais próximo da conclusão da jornada do cliente, o chatbot mostrou mais eficiência na geração de MQLs. Essas descobertas ajudam os gestores de marketing a avaliar como e quando o chatbot pode ser adotado em suas estratégias.
  • Dissertação
    O papel da inovação no desempenho da indústria de transformação brasileira
    (2023) Paiva, Rodrigo Alves De
    A indústria de transformação é um dos principais motores da geração de valor na economia brasileira e concentra a maior parte dos investimentos empresariais em pesquisa e desenvolvimento no país. A literatura aponta a inovação como a principal força motriz do desenvolvimento econômico de uma nação e como um dos principais impulsionadores do desempenho das empresas, entretanto, até o presente momento, poucos são os estudos aplicados ao setor da indústria de transformação brasileira que se propõem a analisar se os esforços das atividades inovadoras de fato resultaram em aumento de valor agregado para este segmento. Este estudo tem o objetivo de analisar se existem evidências de que a inovação impacta positivamente no desempenho do segmento, avaliar se a inovação é a principal força motriz do desempenho do setor (quando comparado aos fatores de produção). Utilizamos metadados de séries temporais (de 2008 a 2020) dos 24 setores para construir um modelo econométrico. A regressão com painel dinâmico permite afirmar que existem evidências de que a inovação tem um papel relevante no desempenho dos setores da indústria de transformação. Por outro lado, esta não pode ser considerada a principal força motriz do desempenho neste segmento.
  • Dissertação
    Retorno anormal médio acumulado após a oferta inicial de ações: análise comparativa da performance de empresas investidas por fundos de private equity e venture capital
    (2022) Matheus, Luiz Carlos Bertan
    Tendo em vista o estudo realizado por Minardi et al. (2013), dentre outros que foram publicados, esta dissertação se propõe a fazer uma análise comparativa atualizada da performance de empresas investidas por fundos de private equity e venture capital no mercado brasileiro. Para isso, foi utilizada uma base de dados compilada e divulgada pela B3 contendo 236 ofertas públicas iniciais realizadas entre 2004 e 2021; aos dados originais foram adicionadas outras informações provenientes da Bloomberg, além da classificação de aportes eventualmente recebidos por fundos de investimento em participações feita pelo próprio autor com base nos prospectos das respectivas ofertas e em outras fontes de domínio público. Os dados foram analisados conforme a metodologia do retorno anormal médio acumulado de Ritter (1991), utilizando-se o Ibovespa como índice de referência. Adicionalmente, a amostra foi analisada de forma estratificada a fim de considerar diferentes períodos de 1, 3 e 6 meses e de 1, 2, 3 e 5 anos contados desde a data da respectiva oferta. Com base nos resultados encontrados, foi confirmada a hipótese de que os aportes provenientes de fundos de investimentos em private equity e venture capital são capazes de gerar valor adicional nas empresas investidas tal como indicara a literatura pregressa. Além disso, os resultados também mostraram que essa geração de valor adicional persiste de forma consistente ao longo dos cinco anos após a emissão das ações em bolsa de valores.
  • Dissertação
    Impacto do uso das câmeras operacionais nas ocorrências de morte decorrente de intervenção policial na Polícia Militar do Estado de São Paulo
    (2022) Marcolino, Antonio César Ferrari
    A Câmera Operacional Portátil (COP) é um equipamento utilizado desde o início do século XXI por várias agências policiais, principalmente nos Estados Unidos e, sob vários aspectos, é vista como uma importante ferramenta de transparência e de controle da atividade policial. Sua disseminação ganhou e ainda tem força essencialmente em razão de eventos trágicos (ou não desejados) envolvendo o mau uso da força por policiais. Entretanto, as pesquisas sobre seus efeitos são inconclusivas, até mesmo sobre o fato de reduzir ou não o uso da força. E mesmo diante desse fato, elas passaram a ser utilizadas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo desde o ano de 2020. Desse modo, é relevante mensurar os primeiros resultados do uso da COP na força policial paulista, em especial sobre o ponto que parece ser a maior crítica sobre a Instituição: a quantidade de mortes decorrentes de intervenção policial. Ao utilizar técnicas estatísticas de análise e comparar estas ocorrências entre Batalhões que usaram as Câmeras com os que não a usaram, o presente estudo encontrou uma redução no primeiro grupo, corroborando o já encontrado em outros dois estudos feitos no Brasil, um com a Polícia Militar do Estado de Santa Catarina e outro com a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro