O corpo e as imagens da macroeconomia microfundamentada: uma análise através da simetria entre a Crítica de Lucas à macroeconomia e a axiomatização da Matemática pela escola bourbakista

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Pedro Garcia Duarte
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A Crítica de Lucas é, provavelmente, o artigo econômico mais influente da segunda metade do século XX. Neste trabalho, analisamos a Crítica, com o objetivo de estabelecer uma simetria entre a Crítica de Lucas à macroeconomia e a microfundamentação como metodologia na Economia, com o projeto de axiomatização da Matemática de Hilbert e, posteriormente, de Bourbaki. O objetivo principal do trabalho foi o de, ao evidenciar essa Simetria, poder analisar e comparar as consequências da axiomatização na Matemática no fim do século XX com o paradigma econômico vigente. Para estabelecer essa Simetria, utilizamos os conceitos de corpo e imagem do conhecimento, de Leo Corry, que nos permitiram fazer uma análise objetiva e direta da validade dessa Simetria e das consequências que podemos esperar na Economia. Concluímos que, em última análise, a microfundamentação da macroeconomia como exigência metodológica, apesar de restritiva ao desenvolvimento do pensamento econômico, foi benéfica para a Economia como disciplina.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Pedro Garcia Duarte
Fernando Ribeiro Leite Neto
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação