Determinantes na formação do preço da energia eólica nos leilões do mercado regulado no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Perez, Adriana Azevedo Hernandez
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Os leilões públicos realizados no Brasil para a contratação de nova geração de energia contam com a presença da geração eólica desde 2009. Nesses leilões os preços ganhadores estiveram sempre muito próximos ao preço teto estabelecido pelo agente regulador. Entretanto, a contratação de energia eólica nova no ambiente de contratação regulado (ACR) nos anos de 2017, 2018 e 2019 contou com deságios recordes associados a altos volumes de contratação. Os preços de energia eólica ficaram abaixo de valores ofertados por outras fontes tradicionalmente mais baratas e em valores reduzidos que beiraram recordes mundiais quando dolarizados, criando uma ruptura em relação a preços anteriores. Esta dissertação analisa os aspectos que influenciaram a forte redução dos preços dos geradores de energia eólica ganhadores nos leilões destes anos. Sua relevância se dá pela previsão da energia eólica ser a tecnologia de maior crescimento na matriz de geração elétrica nacional nos próximos 10 anos e porque o Brasil está preparando grandes leilões de infraestrutura e como regular e desenhar esses processos tem um papel fundamental no sucesso dessa iniciativa. O trabalho identifica como significantes diversos fatores intrínsecos a essa indústria tais como a melhor previsão do perfil dos ventos, equipamentos mais baratos, melhora no risco Brasil e do setor elétrico, mudança no volume e perfil dos ofertantes além do aumento de acesso a contratos no ambiente de contratação livre (ACL). Defende que o catalisador da ruptura nos preços transacionados no ACR pós 2017 é a nova sistemática de leilão, suportada por uma estabilidade regulamentar e na modalidade de contratos no âmbito do ACR que demonstra a mudança da postura do Órgão Regulador buscando a extração de margens dos agentes privados mediante a revelação de valores privados dos concorrentes. Para análise empírica foram usadas 706 propostas vencedoras nos leilões do ACR, dados de geração e comercialização no ACR e ACL, preços históricos de equipamentos, as capacidades e produtividades em diferentes estados brasileiros, além da concentração e perfil do setor de energia eólica no Brasil durante os anos de 2009 a 2018.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Dutra, Joísa Campanher
Moita, Rodrigo Menon Simoes
Área do Conhecimento CNPQ
Citação