Impacto da lei Kandir sobre a produção de bens primários no Brasil: uma aplicação do método de controle sintético

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Vieira, Heleno Piazentini
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O setor exportador de um país é importante em qualquer economia, e saber como desenvolvê-lo e retirar ineficiências que estejam em seu caminho tende a gerar resultados benéficos para o bem-estar geral. Este trabalho tem o objetivo de verificar se uma política que visava estimular as exportações de bens primários brasileiros, a Lei Kandir, teve resultados satisfatórios. No caso, é verificado o impacto sobre o crescimento das safras brasileiras. Dados do período 1961-2005, antes e depois da aplicação da lei (efetivada no final de 1996) serão analisados para se tentar identificar o efeito dessa mudança na economia brasileira e se foi significante. Para isso, se utilizará um método recente de análise de impactos, o Controle Sintético. Paralelamente, o trabalho serve como análise da performance e funcionalidade dessa ferramenta de pesquisa. Os resultados sugerem que em um período de dois anos após a promulgação da Lei Kandir, não houve impacto significante sobre a produção de safras no Brasil, mas há alguns resultados do teste de placebo que demandaram cautela com o que se foi obtido.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Leite Neto, Fernando Ribeiro
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação