Political outsiders: their entry in politics, actions in office, and reactions among establishment

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Novaes, Lucas Martins
Co-orientadores
Tipo de documento
Tese
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Corrupção e clientelismo são fenômenos recorrentes em governos locais dos países em desenvolvimento. No entanto, políticos outsiders podem fornecer aos eleitores uma rara chance de mudar o status quo. Este estudo analisa a trajetória de políticos outsiders nas eleições locais brasileiras: o ingresso deles na política, suas ações durante o mandato e a reação que provocam entre os políticos estabelecidos. Usando auditorias de contas publicas realizadas de modo aleatório, o estudo mostra evidencias de que expor governantes corruptos não incentiva outsiders a concorrer a cargos públicos, mas os auxilia a ser eleitos. Usando o método de regressão descontínua, em conjunto com informações individuais de todos os funcionários públicos, incluindo sua filiação a partidos políticos, o estudo demonstra que, em comparação com os políticos estabelecidos, os outsiders empregam menos e pagam salários menores aos aliados políticos. No entanto, também são encontradas evidencias sugestivas de que o sistema reage, uma vez que os outsiders que concorrem á reeleição enfrentam adversários mais competitivos do que os já inseridos no ambiente politico.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Inglês
Notas
Membros da banca
Phillips, Jonathan
Corbi, Raphael Bottura
Santarrosa, Rogério Bianchi
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação