O conflito de interesse entre os acionistas e a companhia brasileira : proibição do exercício de voto

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Retto, Marcel Gomes Bragança
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2013
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Uma das questões mais delicadas para aquele que lida com o quotidiano do Direito Societário decorrente da aplicação do artigo 115, da Lei nº 6.404/76 (Lei das Sociedades Anônimas – “LSA”). Conforme descreveremos durante o presente estudo, o art. 115 da LSA lida com o conflito de interesses nas sociedades empresárias, especialmente aquele entre os acionistas e a companhia, e a consequência imposta ao exercício do direito de voto, restando sua interpretação bastante controversa. Nos últimos anos, esta controvérsia vem sendo analisada e discutida com maior profundidade no âmbito administrativo perante a Comissão de Valores Mobiliários (“CVM”), trazendo à tona alguns estudos em destaque sobre o tema, ora defendendo a proibição prévia do voto do acionista em conflito, ora permitindo que em algumas hipóteses o seu voto seja possível, impondo-se uma análise posterior. Não obstante o enfoque administrativo, a decisão sobre a interpretação do aludido artigo e sua correspondente aplicação não foi pacificada até o presente momento, sendo, inclusive, objeto de decisões opostas nos últimos casos analisados, conforme a composição dos membros julgadores. Diante dessa dificuldade vivenciada na teoria e na prática societária, buscaremos apresentar os principais aspectos atinentes ao tema, para ao fim desenvolver uma interpretação que julgamos conveniente em termos dos interesses sociais das companhias.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação