Como as reformas estruturais da década de 1990 afetaram o crescimento de longo prazo do Brasil?

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Vieira, Heleno Piazentini
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O governo Bolsonaro apresenta uma agenda reformista num ambiente parecido com aquele vivido pelo Brasil nos anos de 1990. Com base no processo de desestatização e estabilização da economia nos governos de Collor e FHC, parte-se para uma análise do impacto que as reformas apresentadas na época tiveram no crescimento de longo prazo do Brasil. Foi estimada uma regressão de dados em painel, quase análoga àquela de Veloso, Villela e Giambiagi (2008) no método de GMM e MQO agrupado com estimadores robustos para avaliar a magnitude do impacto das reformas na composição do PIB de longo prazo do país. As principais bases de dados são Penn World Table 9.1, World Development Indicators do Banco Mundial e Barro & Lee. Foi encontrado um impacto positivo das reformas estruturais no crescimento do país, mas sem êxito em identificar a defasagem do impacto, o que vai contra o resultado esperado.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Martins, Sérgio Ricardo
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação