“O medo da máscara invisível”: a internalização do sucesso e a correlação entre consciência de estereótipo, autoestima e síndrome do impostor

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Madalozzo, Regina Carla
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A frequência de relatos de indivíduos reportando sentimentos de fraude ou sentimento de insuficiência no âmbito acadêmico/profissional tem aumentado nos últimos anos. Definido como Síndrome do Impostor (SI), esse fenômeno tem sido tema de diversos discursos e pesquisas na área de economia comportamental e psicologia. Entretanto, os motivos que explicam a maior incidência dessa síndrome no público feminino ainda não são muito claros. Este estudo busca aprofundar a investigação entre a relação de consciência do estigma de gênero, autoestima e síndrome do impostor, analisando os dados originados a partir de um questionário conduzido virtualmente em uma amostra estritamente feminina (N = 181). Os resultados observados apontam que um alto grau de consciência de estereótipo e a um baixo nível de autoestima são fortes preditores da síndrome do impostor, permitindo que sejam sugeridos métodos para auxiliar na superação desse obstáculo para o desenvolvimento individual.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação