Testes empíricos sobre market timing na estrutura de capital das empresas no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Rossi Junior, Jose Luiz
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2007
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este estudo avalia o padrão de financiamento das empresas no Brasil no período de 1996 a 2006 e tem o objetivo de verificar a existência do market timing na escolha da sua estrutura de capital. A necessidade de financiamento é avaliada por meio do modelo da pecking order de Shyam-Sunder e Myers (1999) em seções transversais em que são determinados os coeficientes de endividamento para os trimestres da amostra. Posteriormente, o market timing é testado pelo modelo de Huang e Ritter (2005), utilizando-se proxies de custo de capital próprio e os coeficientes estimados por meio da pecking order. Também foi efetuado o teste market timing por meio do modelo Baker e Wurgler (2002), utilizando-se dados em painel com efeitos fixos e uma medida de valoração market to book. Os resultados indicam haver indícios da presença de market timing no Brasil, ao mesmo tempo em que não houve indícios da existência da pecking order durante o período analisado. O estudo revela haver um maior uso das fontes de capital próprio quando o seu custo é baixo. Os resultados também indicam um menor uso de recursos de terceiros quando as firmas possuem uma alta razão market to book, resultado que está em linha com o previsto pela teoria de market timing.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Sanvicente, Antonio Zoratto
Perobelli, Fernanda Finotti Cordeiro
Área do Conhecimento CNPQ
Citação