O prêmio de risco do setor elétrico brasileiro é atrativo para investidores? Um estudo empírico com ações de empresas brasileiras

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Luchezzi, Eduardo Pozzi
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2022
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Introdução: O setor de energia elétrica no Brasil se diferencia dentro da renda variável, por apresentar riscos reduzidos. A previsibilidade das receitas e dos fluxos de caixa faz com que investimentos em empresas do setor sejam menos arriscados, quando comparados com ativos de outros setores. Objetivo: Entender se o Prêmio de Risco das empresas do setor de geração, transmissão e distribuição de energia é suficientemente grande para fazer com que um investidor avesso ao risco realize investimentos na renda variável. Método: Estudar como os retornos das ações de empresas do setor se comportaram ao longo dos últimos 10 anos, e comparar sua volatilidade com empresas de outros setores, utilizadas como um benchmark. Partir, então, para calcular o prêmio de risco pago pelas ações dessas empresas. Resultados: Nos últimos 10 anos, a relação risco versus retorno se mostrou vantajosa para as empresas do setor elétrico, com altos retornos e uma menor exposição ao risco. Todavia, analisando períodos específicos, essa relação pode ser questionada. Conclusão: Existe, historicamente no Brasil, um Prêmio de Risco positivo e relevante para as ações do setor de energia, e maior do que as ações de outros setores. Limitações: não é possível afirmar se o prêmio compensa pelo risco ou não, pois tal resposta depende da percepção de risco de cada investidor.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Rocha, Ricardo Humberto
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação