Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5739
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.rights.licenseTODOS OS DOCUMENTOS DESTA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEMpt_BR
dc.contributor.advisorMachado, Laura Mullerpt_BR
dc.date.accessioned2023-07-06T23:47:45Z-
dc.date.available2023-07-06T23:47:45Z-
dc.date.issued2022-
dc.identifier.urihttps://repositorio.insper.edu.br/handle/11224/5739-
dc.description.abstractUm plano de primeira infância, enquanto instrumento político e técnico, deve direcionar decisões, investimentos e ações intersetoriais com vistas ao desenvolvimento integral e à promoção de direitos de crianças de 0 a 6 anos. A presente nota técnica busca contribuir com o emergente movimento de estruturação de planos de primeira infância em contextos estaduais, a partir da experiência do Comitê de Políticas Públicas para a Primeira Infância do estado de São Paulo. Essa instância de representação intersetorial já produziu em 2018 um primeiro documento de planejamento, quando o Comitê ainda era vinculado somente ao Programa Criança Feliz. Com o aumento do seu escopo a partir de 2021, o Comitê paulista iniciou os esforços para elaboração de seu plano estadual, processo que ainda está em curso no ano de 2022. As seções deste trabalho visam analisar o macroambiente e os stakeholders envolvidos na elaboração do plano e, em seguida, detalhar o contexto de governança e atuação, para descrever o caminho pelo qual os esforços de consolidação do instrumento estão sendo direcionados.pt_BR
dc.format.extent19 p.pt_BR
dc.format.mediumDigitalpt_BR
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.subjectPlano estadualpt_BR
dc.subjectPrimeira infânciapt_BR
dc.subjectPolíticas públicaspt_BR
dc.titlePlano Estadual pela Primeira Infância: uma proposta de estruturação a partir da experiência do Comitê de Políticas Públicas de São Paulopt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.description.otherAn early childhood plan, as a political and technical instrument, should direct decisions, investments and intersectoral actions to promote integral development and to ensure rights of children from 0 to 6 years. This technical note seeks to contribute to the emerging movement of structuring early childhood plans in state contexts, based on the experience of the Public Policies Committee for Early Childhood in the state of São Paulo. This instance of intersectoral representation has already produced a first planning document in 2018, when the Committee was still linked only to the Criança Feliz Program. Considering the increase of its scope from 2021, the São Paulo Committee has began efforts to develop its state plan, a process that is still underway in 2022. The sections of this work aim to analyze the macroenvironment and stakeholders involved in the elaboration of the São Paulo’s plan, then to detail the context of governance and performance, and last to describe the way in which the efforts to consolidate the instrument are being directed.pt_BR
dc.subject.cnpqCiências Sociais Aplicadaspt_BR
dc.contributor.defensecommitteeMori, Cristina Kiomipt_BR
dc.contributor.defensecommitteeFreire, Cidapt_BR
dc.description.qualificationlevelEspecialização (Lato sensu)pt_BR
dc.subject.keywordsState planpt_BR
dc.subject.keywordsEarly childhoodpt_BR
dc.subject.keywordsPublic policypt_BR
dc.contributor.autorAlves, Marcelo Kaique de Oliveira-
dc.coverage.paisBrasilpt_BR
dc.coverage.cidadeSão Paulopt_BR
Appears in Collections:Programa Avançado em Gestão Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcelo Kaique de Oliveira Alves_Trabalho.pdfMarcelo Kaique de Oliveira Alves_Trabalho360.93 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Marcelo Kaique de Oliveira Alves - termo de autorização.pdf109.02 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.