Diferença salarial e taxa de participação ao no mercado de trabalho brasileiro: uma analise a partir do sexo dos indivíduos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Madalozzo, Regina Carla
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2019
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este artigo investiga a relação entre a diferença de remunera, ao entre os sexos e a taxa de participação de homens e mulheres no mercado de trabalho brasileiro. Utilizando dados das PNADs Contínuas de 2012.I a 2018.IV, estimamos os efeitos do prêmio salarial de sexo sobre a inserção de homens e mulheres no mercado de trabalho, pormenorizando a análise por grupos étnicos e de renda. Nossos resultados trazem evidências a favor da hipótese de que a diferença salarial contra as mulheres diminui a taxa de participação feminina. As estimativas apontam que a eliminação da diferença salarial entre os sexos pode trazer ganhos de 5 p.p. de taxa de participação feminina entre mulheres mais ricas, e de 2,3 p.p. para mulheres mais pobres. Os efeitos líquidos, medidos pela probabilidade conjunta de participação do casal no mercado de trabalho, são, em geral negativos, no sentido de que uma maior diferença salarial reduz a probabilidade conjunta de participação.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Martins, Sérgio Ricardo
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação