A flexibilidade financeira e os determinantes da estrutura de capital: uma análise para as companhias abertas em bolsa entre 2005 e 2020

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Na literatura recente, há um número crescente de trabalhos levando em consideração a flexibilidade financeira de uma empresa como fator importante na sua estrutura de capital. Entretanto, poucas são as aplicações através de dados em painel. Desta forma, este trabalho analisa os determinantes da estrutura de capital de 289 empresas brasileiras abertas em bolsa negociadas na B3 e abrange 16 anos de dados. O objetivo principal é analisar a influência da flexibilidade financeira sob três critérios: pagamento de dividendos, tamanho e ativo total. Através de modelos de regressão econométricos, pode-se inferir que não há evidências a favor da relação entre alavancagem e flexibilidade tão negativamente relacionados à alavangem

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Gonçalves, Adalto Barbaceia
Lima, Maurício Godoi Amaral
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra

Ciências Sociais Aplicadas
Citação