As empresas estelares do Brasil: uma análise do desempenho de grandes empresas do país, de 2012 a 2018

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Lazzarini, Sérgio Giovanetti
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O progressivo domínio de setores da economia por um número reduzido de firmas de grande porte com desempenho excepcional tem despertado o interesse de acadêmicos, executivos e agentes públicos, que buscam compreender as causas e consequências do denominado fenômeno das empresas estelares. Este estudo identifica e analisa as empresas estelares do Brasil, definidas como o grupo de 10% das grandes firmas do país com maior Retorno Sobre o Capital Investido (ROIC), num determinado ano. O trabalho consiste de uma pesquisa exploratória e quantitativa com dados do desempenho de 1.656 firmas entre 2012 e 2018, com os objetivos complementares de examinar se há no Brasil a tendência de concentração dos retornos pelas estelares e de identificar atributos que podem estar relacionados a uma empresa ser caracterizada como estelar, em determinado período. Os resultados mostram que, diversamente do que se observa na literatura nos EUA, no Brasil não se verifica a expressiva concentração de retornos pelas empresas estelares. A alta margem bruta e a baixa intensidade de capital fixo são identificadas como características correlacionadas à condição de empresa estelar e observa-se que os efeitos fixos de firma têm mais poder explicativo que os de indústria ou de ano para determinar que uma empresa seja estelar no Brasil, o que é consistente com pesquisas anteriores sobre o desempenho das grandes firmas nacionais

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Azedo, Paulo Furquim De
Marcon, Rosilene
Área do Conhecimento CNPQ
Citação