Dominância fiscal e dominância monetária: impacto do risco de default sobre a taxa de câmbio, no período compreendido entre os anos 2013 e 2018

dc.contributor.advisorLyrio, Marco Tulio
dc.contributor.authorBoggi, Alexandre
dc.coverage.spatialSão Paulo, SPpt_BR
dc.creatorBoggi, Alexandre
dc.date.accessioned2021-04-16T11:41:07Z
dc.date.accessioned2021-09-13T03:21:35Z
dc.date.available2018
dc.date.available2021-04-16T11:41:07Z
dc.date.available2021-09-13T03:21:35Z
dc.date.issued2018
dc.date.submitted2018
dc.description.abstractEste trabalho aplica o modelo proposto por Blanchard (2004) aos dados da economia brasileira no período entre junho de 2013 e agosto de 2018. O modelo analisa os efeitos da interação entre a taxa de juros e a taxa de câmbio. A premissa macroeconômica é que, em uma economia aberta, a elevação da taxa real de juros pelo banco central tornará a dívida pública mais atraente, acarretando uma apreciação real da moeda. No entanto, se a elevação dos juros aumentar significativamente a probabilidade de default, o efeito resultante pode tornar a dívida menos atraente, conduzindo a uma depreciação cambial. Se esse efeito negativo for preponderante, a depreciação cambial gerada pelo aumento dos juros pode agravar a inflação que a autoridade monetária pretendia controlar. Nesse caso, a política fiscal, não a monetária, seria o instrumento adequado de controle da inflação. As estimativas do modelo não evidenciaram a ocorrência de tal efeito perverso, como identificado por Blanchard entre 2002 e 2003, em razão das conturbações político-econômicas, decorrentes das eleições presidenciais. O período de observação deste trabalho também foi muito conturbado político e economicamente. Contudo, a redução da proporção da dívida denominada em moeda estrangeira, estimada em 50%, naquela época, para 3,6% no fechamento de 2017, parece ratificar a importância que lhe foi atribuída no modelo para a ocorrência do efeito negativo.pt_BR
dc.description.otherThis paper applies the model proposed by Blanchard (2004), to data from the Brazilian economy, between June 2013 and August 2018. The model evaluates the effects of interaction between interest and exchange rate. The macroeconomic premise is that, in an open economy, the rise in the real interest rate by the Central Bank will make the public debt more attractive, resulting in a real appreciation of the currency. However, if interest rates increase significantly the probability of default, the resulting effect may make debt less attractive, leading to depreciation. In this case, fiscal policy, not monetary policy, would be the appropriate inflation control instrument. If this negative effect is preponderant, the exchange depreciation generated by the increase in interest rates may exacerbate the inflation that the monetary authority intended to control. In this case, fiscal policy, not monetary policy, would be the appropriate inflation control instrument. The estimates of the model did not show the occurrence of such a perverse effect, as identified by Blanchard between 2002 and 2003, due to the political-economic upheavals resulting from the presidential elections. The present context was also very troubled politically and economically. however, the reduction of the proportion of the debt denominated in foreign currency, estimated at 50%, at that time, to 3.6% at the close of 2017, seems to confirm the importance attributed to it in the model for the occurrence of the negative effect.pt_BR
dc.format.extent44 p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2739
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.uriTODOS OS DOCUMENTOS DESSA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.pt_BR
dc.subjectPolítica monetária, Dominância fiscal, Probabilidade de default, Taxa de juros, Taxa de câmbio.pt_BR
dc.subjectMonetary policy, Fiscal dominance, Default probability, Interest rate, Exchange rate.pt_BR
dc.titleDominância fiscal e dominância monetária: impacto do risco de default sobre a taxa de câmbio, no período compreendido entre os anos 2013 e 2018pt_BR
dc.typemaster thesis
dspace.entity.typePublication
local.typeDissertaçãopt_BR
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Dissertação- Alexandre Coelho Boggi.pdf
Tamanho:
1.17 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: