A curva de Phillips Novo-Keynesiana brasileira

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Brito, Ricardo Dias de Oliveira
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2011
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho tem por objetivo o ajuste da curva de Phillips Novo-Keynesiana para a economia brasileira de 1995 a 2010 na periodicidade trimestral. Seguimos um desenvolvimento recente da literatura apresentado por Galí e Gertler (1999), em que os autores derivam e estimam um modelo estrutural de inflação que permite a uma parcela de firmas adotarem uma regra backward-looking nas decisões de apreçamento. Encontramos evidências de que as firmas brasileiras mantêm seus preços fixados em média de 1 a 2 trimestres, resultado próximo à evidência micro apresentada em Gouvea (2007) e Barros (2009).

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação