Os efeitos de choques de incerteza na economia brasileira: uma abordagem VAR com sign restrictions

dc.contributor.advisorGuillén, Diogo Abry
dc.contributor.authorDuarte, Ciro Aloísio De Paula
dc.coverage.spatialSão Paulo, SPpt_BR
dc.creatorDuarte, Ciro Aloísio De Paula
dc.date.accessioned2021-09-13T03:22:49Z
dc.date.accessioned2021-05-23T19:32:45Z
dc.date.available2021-09-13T03:22:49Z
dc.date.available2021
dc.date.available2021-05-23T19:32:45Z
dc.date.issued2021
dc.date.submitted2021
dc.description.abstractEsta dissertação investiga os efeitos de choques de incerteza doméstica em variáveis macroeconômicas brasileiras. A análise é conduzida tanto por meio de uma modelagem VAR com sign restrictions, inspirada no trabalho de Uligh (2005), como pela extensão do método com penalty function. Como resultados principais encontramos que choques de incerteza de curta duração (6 meses) geram pressões inflacionárias no curto prazo, além de uma depreciação do real frente ao dólar no primeiro mês após o choque. Em particular, ao aumentarmos o tempo de permanência do choque observa-se um viés altista dos preços ainda maior ao longo tempo e uma taxa de juros de curto prazo menos estimulativa. Estimamos também que o choque de um desvio padrão na variável de incerteza indica efeitos contracionistas na economia, sugerindo uma redução no crescimento em torno de 0,4% para o modelo base e 0,6% para o modelo alternativo. Com o propósito de comparação, aplica-se o mesmo modelo para dados macroeconômicos americanos e nota-se que o dólar tem uma leve tendência a apreciar em momentos de alta incerteza, além de um viés desinflacionário nos preços, diferentemente do caso brasileiro.pt_BR
dc.description.otherThis work analyzes the effects of domestic uncertainty shocks in brazilian macroeconomic variables. Analysis is based on a VAR with sign restrictions, proposed by Uhlig (2005), as baseline model and also its extension with penalty function as an alternative model. Our main results suggest that temporary (6 months) uncertainty shocks rises short term prices and depreciate the brazilian currency exclusively in the first month after the shock. In particular, for long-lasting shocks, it is observed a stronger inflationary pressure and a higher short term interest rate. Besides, a one standard deviation shock in our uncertainty proxy generate a drop in brazilian GDP around 0.4% for the baseline model and 0.6% for the alternative one. It also has been implemented the model for analogous american macroeconomic data and it has been noted that the dollar has a trendig to appreciate in times of high uncertainty in addition to a deflationary price bias, unlike the brazilian case.pt_BR
dc.format.extent69 p.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/2837
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.uriTODOS OS DOCUMENTOS DESSA COLEÇÃO PODEM SER ACESSADOS, MANTENDO-SE OS DIREITOS DOS AUTORES PELA CITAÇÃO DA ORIGEM.pt_BR
dc.subjectChoques de incerteza. VAR. Restrição de sinal. Macroeconômiapt_BR
dc.subjectUncertainty shocks. VAR. Sign restrictions. Macroeconomicspt_BR
dc.titleOs efeitos de choques de incerteza na economia brasileira: uma abordagem VAR com sign restrictionspt_BR
dc.typemaster thesis
dspace.entity.typePublication
local.contributor.boardmemberMIGUEL MARIA CHARTERS DE OLIVEIRA BANDEIRA DA SILVA
local.contributor.boardmemberMartins, Guilherme Batistella
local.typeDissertaçãopt_BR
relation.isBoardMemberOfPublicatione069f4e5-cea5-4576-a664-ba0de500c8fd
relation.isBoardMemberOfPublication.latestForDiscoverye069f4e5-cea5-4576-a664-ba0de500c8fd
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
CiroDuarte.pdf
Tamanho:
3.74 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: