As transformações na formação de agenda no século XXI: estudo de caso Escola Sem Partido

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Bachur, João Paulo
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2020
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Considerando as transformações da formação de agenda pública no século XXI, com ênfase à ascensão de pautas conservadoras, na ciência política, e ao advento das redes sociais, na comunicação social, o trabalho organiza um estudo de caso do Programa Escola Sem Partido (ESP). O objetivo do trabalho é demonstrar como a trajetória do ESP - desde os primeiros passos, o ingresso no debate público, a disseminação de PLs por todo o país, as decisões institucionais e jurídicas das quais foi alvo –, criado em 2004, é emblemática dos debates que conformam a formação de agenda na atualidade, principalmente no que diz respeito ao diálogo necessário entre análises advindas das inovações tecnológicas e mapeamentos dos trâmites da política institucional. Para tal processo, o trabalho lança mão do Modelo de Múltiplos Fluxos (KINGDON, 2003), com metodologias qualitativas e quantitativas, a partir de entrevistas em profundidade, monitoramento de redes em AC, Twitter e Google Trends, levantamento quantitativo de PLs Escola Sem Partido e análogos e análises de decisões do STF.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Bachur, João Paulo
Bonduki, Manuel Ruas Pereira Coelho
Área do Conhecimento CNPQ
Citação