O Comportamento da mulher em idade reprodutiva: determinantes do planejamento familiar e do aborto

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2016
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Como contribuição ao problema de saúde pública do aborto no Brasil, o presente trabalho tem o intuito de modelar o processo decisório de planejamento familiar com o qual as mulheres em idade reprodutiva se deparam. Para fazê-lo, parte-se de uma árvore de decisão, onde são consideradas duas etapas; a primeira acerca da prevenção de uma gravidez indesejada e a segunda, para aquelas que não se previnem e engravidam, se realizarão um aborto ou não. O modelo de decisão sugere que a percepção da probabilidade de engravidar será de suma importância na opção por prevenção. Após procedimento de coleta de dados de 201 mulheres, as evidências empíricas por meio de modelos Logit dão sustentabilidade ao modelo teórico, e foram relevantes fatores relacionados ao conhecimento sobre o planejamento familiar e fatores pessoais que lidam com valores e crenças nas quais não se tem alcance de intervenção. Um maior nível de instrução escolar e de planejamento familiar são fatores que contribuirão para a minimização de abortos inseguros, juntamente com o investimento na praticidade e confortabilidade de métodos contraceptivos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Madalozzo, Regina Carla
Martins, Sergio Ricardo
Área do Conhecimento CNPQ
Citação