Você é o que você come? : um estudo sobre o perfil de sobrepeso e obesidade no Brasil e os determinantes do IMC

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Ferreira, Luciana Carvalho de Mesquita
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2011
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A obesidade no mundo alcançou proporções epidêmicas. Projeções da Organização Mundial de Saúde indicam que em 2015, pelo menos um terço da população mundial estará com sobrepeso, e cerca de 10% estará obesa. Este trabalho analisa o problema do sobrepeso e obesidade no Brasil, identificando os focos do problema conforme a região geográfica, raça, idade, sexo, grau de escolaridade, renda per capita e acesso ao crédito. Além disso, esse trabalho apresenta um modelo econométrico que estuda como essas variáveis influenciam no Índice de Massa Corporal. Os resultados mostram que o sobrepeso atinge um terço das crianças, um quinto dos adolescentes e cerca de metade da população com mais de 20 anos. A obesidade atinge 11,7% dos homens e 16,7% das mulheres com mais de 20 anos. Análises mais detalhadas revelam que o excesso de peso é maior entre indivíduos brancos, homens com maior grau de escolaridade, mulheres analfabetas e residentes em áreas rurais e entre os indivíduos com maior renda e maior acesso ao crédito. A região Sul apresenta as maiores proporções de sobrepeso e obesidade no Brasil, seguida dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Conclui-se o trabalho com algumas considerações sobre os impactos socioeconômicos da obesidade e medidas de políticas públicas direcionadas ao problema.

Palavras-chave
Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação