Teste de eficiência no mercado de derivativos do Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Gonçalves, Adalto Barbaceia
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
A globalização estimulou a adoção de diversos mecanismos financeiros, em prol do auxílio na tomada de decisão dos indivíduos. Nesse contexto, o mercado de derivativos surgiu como forma de proteção ao risco que agentes econômicos e investidores enfrentam, ao tomarem decisões baseadas em eventos futuros. Esses mecanismos serão efetivos e assertivos caso o mercado em que estão inseridos seja eficiente. Este estudo tem como objetivo analisar a teoria de eficiência de mercado em derivativos do Brasil. Para tal, foram observados os preços diários de abertura e de fechamento de futuros e de futuros à vista relacionados a três contratos futuros: DI de um dia (DI1), dólar comercial (DOL) e milho (commodity agrícola) (CCM). Para identificar a presença de eficiência de mercado nas séries temporais é importante verificar a hipótese de passeio aleatório. Assim, dois testes de raiz unitária foram conduzidos: ADF e KPSS. A presença de passeio aleatório nas séries temporais valida a teoria de eficiência de mercado. Ademais, testes de correlação serial e de razão da variância (não captada pelo ADF e KPSS) foram utilizados para garantir a adequação dos modelos, em prol da obtenção de resultados eficientes e consistentes. Este estudo apresenta evidências favoráveis em prol da confirmação da teoria de eficiência de mercado nos contratos futuros DI1, CCM e DOL tanto para “Open-toopen” quanto para “Close-to-close”.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Gonçalves, Adalto Barbaceia
Martins, Sérgio Ricardo
Área do Conhecimento CNPQ
Citação