Determinantes da criminalidade nos municípios do Rio de Janeiro

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho analisa os fatores determinantes que levam indivíduos dos municípios do Rio de Janeiro, a cometerem crimes. Sob a ótica da teoria da escolha racional de Gary Becker (1968). O objetivo é gerar insights capazes de fundamentar políticas públicas capazes de melhorar o quadro social do país. Foram utilizados os dados de prisões e apreensões, fornecidos pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP RJ), como variável resposta. Como variável explicativa, foram utilizados o número de famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família (BF), e valor repassado pelo BF, fornecidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Dados do emprego formal e informal, foram extraídos da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), e do IBGE. Para tanto, foram estimados 4 modelos, dois MQO, com soma dos quadrados tipo I e tipo III, um modelo MGM-DIF e um MGM-SIS. A análise não encontrou resultados relevantes, as variáveis se mostraram más preditoras da variável resposta. O que destaca a importância de se obter uma base de dados robusta e padronizada, o que é um obstáculo na conjuntura atual de dados de criminalidade no Brasil.

Palavras-chave
Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Oliveira, Cristiano Aguiar
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Sociais Aplicadas
Citação