O spread de crédito no Brasil: fatores que afetam sua trajetória no regime de metas de inflação

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Gomes, Fábio Augusto Dos Reis
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2009
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Esta dissertação investiga quais são as variáveis econômicas e financeiras que afetam o comportamento do spread de crédito, determinando a influência de cada fator separadamente sobre o segmento de crédito para pessoas físicas e o segmento de crédito para pessoas jurídicas. O período analisado corresponde ao período pós implantação do regime de metas de inflação no Brasil. Aplicou-se o modelo de vetor auto-regressivo (VAR) para cada segmento, obtendo-se resultados diferentes em cada um deles. Para o segmento de pessoas físicas, são relevantes a inflação, o compulsório, a relação crédito/PIB e as taxas nominais de juros. Para o segmento de pessoas jurídicas, são relevantes a inflação, o compulsório, a volatilidade da taxa de juros e a relação crédito/PIB.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Araujo Junior, Eurilton Alves
Brito, Marcio Holland De
Área do Conhecimento CNPQ
Citação