Alocação de ativos para fundos de previdência complementar no Brasil

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo deste trabalho foi analisar o impacto da incerteza da renda e das decisões de alocação de ativos no acúmulo de riqueza para a aposentadoria. A análise foi feita através da simulação de algumas estratégias de investimentos, comparando investimentos em um único ativo, fundos balanceados e fundos baseados no ciclo da vida. O modelo levou em consideração o perfil da renda do trabalho em função da idade e a correlação da renda com o retorno do mercado de ações doméstico. Foram discutidos também quais tipos de ativos devem ser utilizados pelos investidores de longo prazo e como as restrições regulatórias podem influenciar a decisão de alocação dos ativos e a diversificação da carteira. Os resultados das simulações nos mostraram que a incerteza na renda tem um forte impacto no acúmulo de ativos para a aposentadoria e que a existência de correlação entre o mercado de ações local e a renda do individuo impacta negativamente o retorno das carteiras com alta alocação neste mercado. A conclusão traz uma reflexão de como a análise do comportamento da renda do trabalho se torna importante na decisão de alocação de ativos em fundos de previdência, onde, o próprio formato da curva da renda, nos induz a concluir que a alocação baseada no ciclo da vida parece ser a mais adequada para os investidores trabalhadores.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Machado, Sergio Jurandyr
Figueiredo, Antonio Carlos
Área do Conhecimento CNPQ
Citação