Estudo sobre a relação entre governança corporativa e o uso de derivativos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2010
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Este trabalho examina a relação entre boas práticas de governança corporativa e o uso de derivativos de taxa de câmbio em empresas brasileiras não financeiras listadas na Bolsa de Valores de São Paulo para o período de 2004 a 2007. Ao comparar o hedge efetivo ao hedge ótimo de cada empresa, o estudo propõe uma medida inovadora que permite identificar se a empresa utiliza derivativos por motivo de proteção ou especulação. Outra medida também utilizada é a razão entre receita financeira e lucro operacional. Um modelo logito é estimado para testar a hipótese de que boas práticas de governança corporativa impedem que as empresas realizem atividades especulativas. Os resultados não fornecem evidências favoráveis à hipótese principal, embora indiquem que a presença de um Conselho Fiscal permanente pode diminuir a probabilidade de uma empresa de especular com derivativos. Por último, o estudo encontra forte evidência de que o tamanho de uma empresa pode aumentar a probabilidade da empresa de especular com derivativos.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Sanvicente, Antonio Zoratto
Rossi Júnior, José Luiz
Área do Conhecimento CNPQ
Citação