Causalidade e cointegração do risco de crédito soberano na América Latina

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Sanvicente, Antonio Zoratto
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2007
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O objetivo dessa dissertação é estudar as relações entre os riscos de crédito soberano dos diversos países da América Latina. Tendo o Brasil como pivô, esse estudo é realizado com base no mercado de Credit Default Swaps. Os resultados mostram que o Brasil é cointegrado com o México e o Panamá, mas não apresenta relações de longo prazo com a Colômbia, a Venezuela e o Peru. Os testes de impulso e causalidade sugerem que o Brasil é o mercado mais influente na região, pois variações no risco soberano brasileiro afetam México, Panamá, Venezuela, Colômbia e Peru de forma significativa. Em troca, choques no risco de crédito desses países afetam o Brasil de forma insignificante.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Área do Conhecimento CNPQ
Citação