O impacto da crise econômica de 2008 no investimento em inovação das empresas: uma análise agregada por países.

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2021
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
O trabalho busca abordar o tema do investimento em inovação das empresas em períodos de crises econômicas, mais especificamente a crise de 2008, de forma a entender como esta variável se comporta durante e após a crise em comparação com o período anterior a ela, portanto se tratando de um event study. Através de uma análise dos dados de patentes submetidas ao WIPO por países como proxy para o investimento em inovação por ano das empresas, espera-se ser possível identificar qual o padrão seguido por dois grupos de países, os grandes (em termos de inovação, PIB e capitalização de mercado das empresas) e os países menores, durante momentos turbulentos, podendo esse ser favorável à hipótese de acumulação criativa ou favorável à hipótese de destruição criativa. Por meio da utilização destes dados em painel com efeitos fixos, possibilitando a captura efeitos fixos de cada país em cada instante de tempo, o resultado esperado era de que o padrão de acumulação criativa se mostraria presente, com países grandes se beneficiando e aumentando a disparidade em relação ao outro grupo. Porém o resultado obtido trouxe evidências contrárias à essa hipótese, indicando que países menores aproveitam o momento de crise para inovar e crescer, como previsto no modelo de destruição criativa.

Palavras-chave
Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Martins, Sergio Ricardo
Área do Conhecimento CNPQ
Ciências Exatas e da Terra
Citação