Curva a termo para o risco de conversibilidade: uma abordagem utilizando o diferencial de juros

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Rossi Junior, Jose Luiz
Co-orientadores
Tipo de documento
Dissertação
Data
2009
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Esta pesquisa se propõe a explicar a flutuação do risco de conversibilidade (spread) através de uma medida alternativa ao diferencial de paridade do câmbio, tradicionalmente utilizada na literatura. O prêmio de risco de conversibilidade brasileiro será calculado como o diferencial entre a taxa de juros em dólares pagas no Brasil e a taxa de juros em dólares paga nos EUA. O trabalho estende a literatura existente em dois aspectos principais: propõe a utilização de contratos futuros negociados em bolsa para a determinação das taxas de juros em ambos os países e utiliza modelagem estatística dinâmica sem restrição de não arbitragem proposta por Diebold e Li (2006) para a determinação das curvas de juros de cada país, impondo posteriormente condição de não arbitragem da paridade descoberta para o cálculo do spread. O modelo poderá ser usado para a estimação do risco de conversibilidade, previsão de curto prazo do spread e avaliação dos efeitos da política monetária sobre a percepção de risco de conversibilidade pelos investidores.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Brito, Ricardo Dias De Oliveira
Alencar, Alexandre Soriano
Área do Conhecimento CNPQ
Citação