Hiato salarial público-privado: análise empírica por tipo de ocupação

dc.contributor.advisorMARCELO RODRIGUES DOS SANTOS
dc.contributor.authorBarros, Mário Moraes Martins de
dc.coverage.spatialSão Paulopt_BR
dc.creatorBarros, Mário Moraes Martins de
dc.date.accessioned2015-02-10T12:54:52Z
dc.date.accessioned2021-09-13T02:21:24Z
dc.date.available2015-02-10
dc.date.available2015-02-10T12:54:52Z
dc.date.available2021-09-13T02:21:24Z
dc.date.issued2014
dc.date.submitted2014
dc.description.abstractOs setores público e privado tem diferentes caraterísticas nos seus postos de trabalhos em diversos aspectos, o objetivo desta monografia é analisar quantitativamente as diferenças do salário público-privado para o Brasil em 2012. A maioria estudos na literatura existente apontam o hiato positivo para o setor público, no entanto uma crítica existente é que geralmente as estimativas são baseadas nas médias dos salários de cada setor, não são selecionados os grupos controles por tipos de ocupação. Para uma melhor avaliação dos resultados estimados essa monografia avalia os grupos de ocupação semelhantes para os setores públicos e privados, mesmo visto que não existem casos que as funções não são exatamente iguais nos dois setores. A variável de interesse é o salário dos indivíduos e será regredido com uma variável dummy se o indivíduo trabalha no setor público ou não, e também variáveis controle, que expressem o tipo de ocupação da atividade exercida de cada um dos indivíduos da amostra, além de educação, experiência, raça, idade e gênero. O método utilizado no estudo é o de mínimos quadrados ordinários. O resultado do estudo apresenta que mesmo considerando os controles por tipo de ocupação no Brasil para 2012 os salários em média são maiores para o setor público que o privado.pt_BR
dc.description.otherBoth the public and the private sector have different characteristics in many aspects in their work place, the scope of these monograph is to analyze quantitatively public-private differences in wage for Brazil in 2012. Most of the currently studies points out that exists a positive gap for the public sector, however there is some critics that argues that in general forecasts are based on which sectors wage means and there are no control groups for occupational type. For a better estimation of empirical results these monograph considers groups of occupational job types in private and public sector, although does not exist exactly similar functions in these sectors. The variable of interest is the wage of individuals and a regressor are a dummy if the person works or do not work in the public sector, and controlled variables that express occupational type, besides education, experience, color, age and gender. The method in this study is ordinary least squares. The results shows that even controlled by occupational types public’s sector mean wage are higher then private for Brazil in 2012.pt_BR
dc.format.extent27 f.pt_BR
dc.identifier.urihttps://www.repositorio.insper.edu.br/handle/11224/462
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.rights.licenseTodos os documentos desta Coleção podem ser acessados, mantendo-se os direitos dos autores pela citação da origem.pt_BR
dc.subjectHiatopt_BR
dc.subjectSaláriopt_BR
dc.subjectPúblico-privadopt_BR
dc.subjectOcupaçãopt_BR
dc.subjectBrasilpt_BR
dc.titleHiato salarial público-privado: análise empírica por tipo de ocupaçãopt_BR
dc.typebachelor thesis
dspace.entity.typePublication
local.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
relation.isAdvisorOfPublicationf5092fc6-447e-42ae-b50c-f7a691a5c9a5
relation.isAdvisorOfPublication.latestForDiscoveryf5092fc6-447e-42ae-b50c-f7a691a5c9a5
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 2 de 2
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
Mário Moraes Martins de Barros_Trabalho.pdf
Tamanho:
1.99 MB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Texto Completo
N/D
Nome:
Mario Moraes Martins de Barros_AutorizacaoAluno.pdf
Tamanho:
109.1 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Indisponível - Autorização Aluno
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
N/D
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Plain Text
Descrição: