Um estudo sobre credibilidade do BCB e taxa de juros

Carregando...
Imagem de Miniatura
Orientador
Mascolo, João Luiz
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2018
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Esta monografia se propõe a analisar empiricamente a relação entre a credibilidade da autoridade monetária e a administração da taxa de juros no Brasil depois da introdução do regime de metas inflacionárias. Seis índices de mensuração de credibilidade são utilizados. Três baseados em linearidade das expectativas inflacionárias: Sicsú (2002), Mendonça (2004) e Cecchetti e Krause (2002). Um baseado na reputação da autoridade monetária: Mendonça e Souza (2009). Dois baseados em expectativas côncavas e convexas apresentados por Dogan e Bozdemir (2014). A relação entre credibilidade e taxa de juros para a política monetária é verificada sob três perspectivas: a meta Selic estabelecida pelo Banco Central do Brasil, o swap pré DI longo (1 ano) e a volatilidade da Selic. Os resultados obtidos confirmam a hipótese de que uma credibilidade mais elevada exige menores variações nas taxas de juros para o controle da inflação, bem como conduz a taxa de juros a um menor patamar para o caso brasileiro depois da introdução do regime de metas de inflação. Dentre os índices estudados, o que melhor explica a relação entre credibilidade e patamares das taxas de juros é o índice ICs, enquanto o ICms é o que tem melhor poder explicativo para analisar a relação com a volatilidade da Selic.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Mascolo, João Luiz
Saddi, Vitoria Cristina Cardoso
Área do Conhecimento CNPQ
Citação