O Impacto de patentes de medicamentos sobre a sociedade brasileira – o caso do Sofosbuvir

Carregando...
Imagem de Miniatura
Co-orientadores
Tipo de documento
Trabalho de Conclusão de Curso
Data
2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título do Volume
Projetos de Pesquisa
Unidades Organizacionais
Fascículo
Resumo
Uma discussão recorente que temos no Brasil é sobre patentes farmacêuticas e o acesso a medicamentos. Por um lado, temos a concessão de patentes como incentivo a empresas para desenvolver inovações que demandam elevados investimentos. Por outro lado, podemos obstruir o acesso da população aos medicamentos dado pelo aumento do preço advindo da concessão do monopólio, impactando negativamente o bem estar social. Nesse sentido, o principal objetivo deste estudo é mensurar o valor da perda do bem-estar para sociedade brasileira, também conhecido como peso morto, incorrido pela patente de medicamentos especificamente no caso do Sofosbuvir; medicamento utilizado para cura da hepatite C. Além disso, também tem como objetivo calcular o tempo necessário para termos a cura de todos os brasileiros infectados pela doença, considerando o orçamento do governo brasileiro, especificamente do Sistema Único de Saúde (SUS), e diferentes cenários de preços praticados. Através disso, a importância deste estudo está em motivar essa discussão com relação a magnitude da ineficiência gerada pela concessão do monopólio da produção do medicamento, neste caso da empresa Gilead Pharmasset na produção do Sufosbuvir, e, consequentemente, à formulação de políticas públicas brasileiras no setor de saúde.

Titulo de periódico
Título de Livro
Idioma
Português
Notas
Membros da banca
Salama, Bruno Meyerhof
Área do Conhecimento CNPQ
Citação